EDUCAÇÃO

Manifestação contra a Reforma da Previdência deixa alunos sem aula

Em Três Lagoas, trabalhadores decidiram não aderir greve nacional e realizar paralisação por um dia

Por Ana Cristina Santos
14/03/2017 • 12h49
Compartilhar

Nesta quarta-feira (15) ocorrerá uma manifestação nacional contra a Reforma da Previdência. Em alguns estados, trabalhadores decidiram por deflagrar greve por tempo indeterminado.

Em Três Lagoas, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (14), os trabalhadores em Educação decidiram por realizar apenas um dia de manifestação. Em razão disso, não haverá aula nas escolas municipais e estaduais.

Segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinted), Maria Diogo, a manifestação deve atingir 100% dos profissionais. A concentração vai acontecer em frente ao sindicato, na rua Zuleide Perez Tabox, depois os trabalhadores vão percorrer pelas avenidas Capitão Olyntho Mancini e Antônio Trajano, até a praça Senador Ramez Tebet, onde haverá uma panfletagem na área comercial, esclarecendo os motivos da manifestação e porque os profissionais são contra a Reforma da Previdência.

No dia 18, segundo Maria Diogo, haverá nova paralisação, desta vez, encabeçada por outros sindicatos, mas que terá a participação do Sinted.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Educação

VEJA MAIS