MS

Bolívia firma termo de cooperação com o Mato Grosso do Sul

Antes da oficialização da compra direta do gás natural devem acontecer outras três reuniões estratégicas

Por Redação
21/12/2017 • 13h30
Compartilhar

Dando continuidade às negociações com a Bolívia para o suprimento de gás natural no Estado, a Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul (MSGÁS) firmou, nessa quarta-feira (20), com a Yacimiento Petrolíferos Fiscales Boliviano (YPFB), empresa pública boliviana que gere o gás natural naquele país, um memorando entendimento e cooperação nas atividades de distribuição de gás natural.

A tratativa foi realizada em um encontro no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, onde também foi debatida uma possível composição de empresas mistas MTGAS/YPFB e MSGAS/YPFB, para a operacionalização do gás natural nos dois estados do Centro-Oeste.

Com o termo de cooperação entre os dois países as negociações avançam e a YPFB deverá realizar a análise da viabilidade técnica e econômica para composição de uma sociedade com a MSGÁS.  Os países também acordaram a criação de oportunidades de negócio para comercializar GLP e ureia boliviana em Mato Grosso do Sul. “Foi uma reunião produtiva e vejo que estamos avançando na questão da demanda do gás boliviano. Com esse memorando ficou claro para nós o real interesse da Bolívia em estreitar as relações comerciais com Mato Grosso do Sul”, explicou o diretor-presidente da Companhia, Rudel Trindade Junior.

Antes da oficialização da compra direta do gás natural, evento que está agendado para o dia 30 de janeiro, deverão acontecer outras três reuniões estratégicas para definir toda a questão documental da venda dos suprimentos. (Com informações da Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de MS

VEJA MAIS