MS

PMA desativa construção de rancho de pesca ilegal às margens de rio

No local, deveriam ser deixados 50 metros de preservação permanente de matas ciliares

Por Redação
20/12/2017 • 16h21
Compartilhar

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Batayporã realizava fiscalização fluvial no Rio Ivinhema, no município e localizou nesta terça-feira (19), a ampliação de um rancho pesqueiro, dentro da área de preservação permanente (APP).

O proprietário executava a ampliação em alvenaria do rancho que era de madeira, sendo a obra de localizada a 11 metros da margem do rio São Bento, nas proximidades da foz com o rio Ivinhema, degradando as matas ciliares, sem autorização ambiental. No local, deveriam ser deixados 50 metros de preservação permanente de matas ciliares.

A PMA interditou as atividades e ordenou que o infrator fizesse a remoção da obra ilegal e a recuperação da área degradada. O infrator (64), residente em Echaporã (SP), foi autuado administrativamente e multado em R$ 10.000 pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de MS

VEJA MAIS