Aumento

Três Lagoas ganha 10 veículos por dia e frota chega a 84,7 mil

Segundo o Detran, cidade teve crescimento de 4,5% no número de veículos registrados entre 2017 e 2018

12/01/2019 08:14


Uma frota superior a 84,7 mil veículos e um trânsito cada vez mais apertado, em Três Lagoas. Quem percorre pelas ruas e avenidas percebe que a quantidade de carros, motos, caminhões, por exemplo, está bem maior. Isso porque a frota teve aumento de 3,7 mil entre janeiro e dezembro de 2018 no comparativo ao ano anterior. O que significa que a cidade ganhou cerca de 10 veículos de todos os tipos por dia em apenas um ano, representando crescimento de 4,5%. Sem contar ainda com a frota flutuante aliada ainda ao número de pessoas que chegam ao município atraídas por emprego.

O aumento tem gerado problemas na estrutura viária, que passa constantemente por adequações, sem falar que o crescimento de acidentes acompanha o da frota. De acordo com as estatísticas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran),  os carros de passeio são a grande maioria, com 38,8 mil veículos registrados até dezembro do ano passado. Em segundo lugar vêm as motos e motonetas, com 27.832 emplacamentos. Já 7.849 caminhonetes foram para as ruas no período. O restante da frota se divide entre caminhões e ônibus.  Destaque que a frota de Três Lagoas representa 5,6% a do estado, que atualmente possui 1,5 milhão de veículos. 

O difícil é encarar o trânsito no dia a dia. Os motoristas enfrentam principalmente dificuldades para estacionar na cidade. “É complicado. São poucos espaços para estacionamento e muitas áreas sem uso e que poderiam se tornar pontos para estacionar. Dependendo da hora é melhor nem vir até a área central”, frisou o motorista Ademir Sachetti.

O Departamento Municipal de Trânsito avalia que o crescimento da frota é resultado da estabilização da economia. Por outro lado, gera impactos no trânsito e ainda contribui para a imprudência de motoristas. Cerca de mil acidentes foram registrados no ano anterior e 17 pessoas morreram. 

A diretora de Trânsito, Creusa Ramos, explicou que a pasta tem investido em sinalização e melhorias na mobilidade urbana, como vias públicas que deverão deixar de ter sentido dupla para mão única. Além de alguns espaços que poderão ser adequados para estacionamentos.


Kelly Martins