Vai que cola

'Eu tenho dinheiro e terras aqui', diz visitante ao tentar se vacinar em Paranaíba

Movimentação de pessoas de outras localidades buscando vacinação no município foi confirmada pelo diretor de imunização, que ressaltou importância de documentação

24/06/2021 09:58


Moradores de outros municípios tem tentado furar fila de vacinação em Paranaíba (MS). Profissionais de postos de saúde e escritórios de contabilidade denunciaram ao JPNEWS que pessoas residentes em cidades vizinhas, e até distantes, tem se dirigido a Paranaíba para tentar se vacinar contra a covid-19. De acordo com uma das denúncias, em alguns casos pessoas chegam a afirmam que, por terem dinheiro e terrenos no município, conseguiriam receber os imunizantes. “Eu tenho dinheiro. Eu tenho terras nessa cidade.”, teria dito um homem ao ser avisado que não poderia receber a vacina no município.

O caso de pessoas de outras localidades tentando se vacinar em Paranaíba foi confirmado por Celso Costa, responsável pelo setor de imunização municipal, em entrevista ao Jornal do Povo, da Rádio Cultura FM Paranaíba 106.3MHz, no início do mês de junho. Celso confirmou que foi observada movimentação de pessoas não residentes em Paranaíba e que se dirigiram a alguns locais de vacinação tentando receber os imunizantes. Ele afirmou que essas pessoas não foram vacinadas, pois é exigido documentação e há um banco de dados disponível na rede municipal de Saúde. Celso também pontuou sobre a necessidade de documentação no momento de se procurar os postos de saúde para receber as doses.

“O que nós precisamos é regularizar a questão de documentação. Nós já recebemos pessoas nas unidades de Saúde, sem documento, que a gente sabe que tem a idade pela aparência, ma sem documento nós não iremos vacinar. Mas, aí depois nós descobrimos que a pessoa é de fora. Por isso que ela foi em uma ou duas unidades  para tentar se vacinar.”, afirmou.

Costa também informou quais documentos fundamentais para identificação, além da carteirinha de vacinação. Ele também disse que caso a pessoa não tenha a carteira, será providenciada uma nova.

“Se a pessoa não tiver a carteirinha de vacina, será providenciada uma carteira nova no horário da vacinação. Nossa preocupação não é nem a carteira, pois nós temos formulário para efetivar a carteira nova. O que nós queríamos pedir pra população que colaborasse nesse sentido. Se você já pertence a unidade de Saúde, você é conhecido lá. Agora, se você não pertence à unidade ou não frequenta muito, é bom levar um comprovante de endereço e título de eleitor do município, que fica mais rápida a identificação e consequentemente a vacinação”, disse.

Assista:


Leonardo Guimarães