Abandonaram o barco

'Vereadores viraram as costas para o PT na hora que o partido mais precisava', diz presidente

Partido dos Trabalhadores perdeu os dois vereadores que tinha na Câmara de Três Lagoas

11/03/2016 16:56


Na opinião da presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores de Três Lagoas, Cristiane Lopes, os vereadores Idevaldo Claudino e Gilmar Garcia Tosta “viraram as costas” para o partido no momento em que a sigla mais precisava deles.

Gilmar desfiliou-se do PT no ano passado e Idevaldo Claudino, nesta quinta-feira (10). Segundo Cristine, a saída dos parlamentares não era esperada. “Eles acharam mais fácil virar as costas para o partido no momento mais difícil. Mas, como depende de cargo político, tomaram essa decisão. Entendo que eles têm um trabalho prestado à cidade e não tinha a necessidade de deixar o partido para serem reeleitos”, declarou.

Com a saída de Idevaldo, o PT fica sem representante na Câmara de Três Lagoas. Cristiane, no entanto, disse que o diretório já está trabalhando a chapa de candidatos a vereador para as eleições deste ano e disse acreditar que o partido deve eleger dois representantes. “O partido fica sim prejudicado, mas vamos trabalhar para eleger, pelo menos, dois vereadores”, destacou.

Para Cristine, é preciso saber separar o filiado do PT. “Em todo partido, segmento e serviço, tem pessoas boas e ruins. Não é porque tem filiados envolvidos em possível corrupção, que o partido não presta. Não acho que essa situação envolvendo o partido nacionalmente possa prejudicar o PT em Três Lagoas nas eleições deste ano”, declarou.


Ana Cristina Santos