POLÍCIA

Homem é preso com quase meio quilo de maconha

Ele estava carregando o entorpecente dentro de uma sacola plástica

Por Celso Daniel
25/01/2017 • 09h17
Compartilhar

Um homem de 25 anos – suspeito de estar praticando tráfico de drogas - foi preso pela Polícia Militar na tarde da terça feira (24) no Bairro Santa Luzia em Três Lagoas.

Segundo informações do boletim de ocorrências, por volta das 16h30, uma equipe do Serviço de Inteligência da Polícia Militar realizava rondas pela região do cemitério municipal quando os policiais viram duas pessoas em atitude suspeita. Eles estavam em uma das equinas da Rua Quixeramobim e o suspeito de 25 anos estava com uma sacola e estava entregando algo a um homem de 38 anos.

Quando os dois perceberam a presença dos policiais e que a abordagem ia ser feita, o suspeito de 25 anos tentou fugir e quando ia tentar jogar a sacola, foi alcançado pelos policiais.

No interior da sacola, foi encontrado um tablete de maconha com quase 500 gramas e com o suspeito, certa quantia em dinheiro. Questionado pelos policiais, o homem disse que comprou a droga de um desconhecido e que pagou a quantia de quase R$330,00. O outro envolvido alegou que estava no local apenas para comprar cigarros, mas admitiu ser usuário de maconha.

O suspeito - flagrado com o tablete do entorpecente - revelou que mora em um dos apartamentos do residencial Novo Oeste e permitiu que os policiais realizassem uma busca no interior do imóvel. Uma equipe da Rádio Patrulha foi chamada e uma diligência foi feita até a casa do suspeito.

Dentro do quarto foram encontrados vários celulares e dinheiro, que a polícia acredita ser proveniente da venda de entorpecentes.

Os envolvidos e todo o material apreendido foram levados a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) para a elaboração do boletim de ocorrências.

O homem de 25 anos foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Polícia

VEJA MAIS