VARIEDADES

10 cidades incríveis e com paisagens maravilhosas em Minas Gerais

Montanhas, cachoeiras, lagos e piscinas naturais mineiros são os cenários ideais para sair da rotina e curtir vistas e passeios lindíssimos

Por Redação
13/12/2017 • 08h44
Compartilhar

Minas Gerais é um espetáculo da natureza. Estado sem praias, mas com algumas das cachoeiras e grutas mais lindas do Brasil, em suas cidades é possível fazer turismo de contemplação, de aventura e até de detox da correria do dia a dia.

Conheça melhor 10 das mais belas cidades mineiras, com seus atrativos incríveis e suas vistas privilegiadas. Talvez uma delas entre nos seus próximos planos de férias.

Aiuroca

 

 

O grande ponto de visitar a pequenina cidade de 6 mil habitantes é fazer um detox da correria da cidade grande. A maioria das pousadas não tem wi-fi para os hóspedes, e algumas sequer têm sinal de 3G ou de celular. Os sinos da igreja indicam os horários das refeições, e tudo é feito com a maior tranquilidade pelos locais. Espera-se que os visitantes também entrem nessa vibe. 

Quando a pacatez começar a cansar, você pode ir passear no Vale do Matutu(foto), área de proteção ambiental da cidade. Seu programa por lá será observar as casas e construções históricas (muitas desativadas), fazer trilhas e curtir espelhos d’água, cachoeiras e muito verde.

Brumadinho

 

O grande atrativo de Brumadinho é, sem dúvida, o Instituto Inhotim. Mix de jardim botânico com museu de arte contemporânea, ele abriga cerca de 500 obras de mais de 100 artistas, entre eles Vik Muniz e Adriana Varejão, em 400 hectares de natureza exuberante.

Mas há mais o que fazer em Brumadinho. O Parque Estadual da Serra do Rola Moça tem os quatro principais mirantes da cidade: Mirante dos Veados, Mirante das Três Pedras, Mirante do Planeta e Mirante do Jatobá. Deles dá para ver até cidades vizinhas.

Outro lugar que vale a pena visitar é a Serra da Moeda, a 1500 metros de altitude, onde os mais aventureiros fazem voos livres. Quem é mais ou menos aventureiro pode fazer trilhas ecológicas a pé ou de bike e andar a cavalo. O pessoal local se orgulha de dizer que o pôr do sol da Serra da Moeda é o mais lindo de Minas Gerais.

Também é possível fazer um passeio de balão em Brumadinho. Se as condições climáticas estiverem favoráveis, há voos panorâmicos diários em que dá para ver toda a cidade do alto (como na foto) e aquelas montanhas sem fim no horizonte. Lindíssimo!

Capitólio

 

 

Minas Gerais não tem praias, mas tem Capitólio. A cidade fica entre a Serra da Canastra e o Lago de Furnas, que é a maior extensão de água do estado. Nos passeios por lá, a natureza é a atração principal – prato cheio para quem curte ecoturismo.

Há lagos e piscinas naturais, cânions com suas cachoeiras incríveis, trilhas, mirantes e grutas, tudo com muita água verdinha. Os destaques são o Lago de Furnas (foto), os Cânions de Furnas, o Mirante dos Cânions, a Lagoa Azul e a Trilha do Sol. Em muitos desses lugares você consegue fazer passeios pagos em barcos, lanchas ou chalanas.

Conceição do Mato Dentro

 

Capital mineira do ecoturismo, Conceição do Mato Dentro fica no pé da Serra do Espinhaço. É lá que está a Cachoeira do Tabuleiro (foto), a terceira maior cachoeira do Brasil, considerada uma visita necessária. Outras cachoeiras que merecem atenção são a Três Barras e a Rabo de Cavalo.

Nos intervalos entre os passeios, curta a rotina pacata da pequena e acolhedora cidade.

Lima Duarte

 

Não é o ator, é uma cidade na zona da mata mineira, com 16 mil habitantes.

No município de Lima Duarte há cachoeiras que acabam em lagos dourados – na verdade, é um efeito da água cristalina com a cor do chão –, como a Cachoeira dos Macacos (foto). As paisagens parecem pinturas.

Uma das grandes atrações da região é o Parque Estadual do Ibitipoca, no distrito de Conceição do Ibitipoca. Dentro dele há lagos, piscinas naturais, grutas, cachoeira e muito verde. Você pode fazer trilhas, passear de bote ou sentar sobre uma pedreira e ficar admirando a vista. Se for passar uma semana em Lima Duarte, vale tranquilamente esticar até o parque um ou dois dias.

Poços de Caldas

 

Famosa por suas águas termais que chegam a 45°C (alguns acreditam que elas tenham propriedades terapêuticas), Poços de Caldas fica no sul de Minas Gerais, em terreno vulcânico a 1196 metros de altitude. Por isso, atrai muita gente que quer cuidar de uma dorzinha aqui ou ali e casais apaixonados que curtem namorar na água quentinha.

Mas também há atrações para quem quiser dar umas voltas e ver paisagens lindas, seja sozinha, com amigas ou com mozão ou mozona. A Serra São Domingos (foto) é uma ótima pedida, assim como a cachoeira Véu das Noivas. Você pode passear por esses lugares e depois descansar as pernocas nas tão faladas águas, que tal? 

Santa Bárbara

 

 

O que leva a imensa maioria das pessoas a Santa Bárbara é, sem dúvida, o Parque Natural do Caraça (foto), com suas muitas cachoeiras e céu estreladíssimo. O local é patrimônio histórico com fauna e flora protegidos.

Na cidade, bem com carinha de antigamente e ruas de paralelepípedos, fica a Matriz de Santo Antônio, uma das igrejas mais antigas de Minas Gerais, e o Memorial Affonso Penna.

Santa Bárbara também tem orgulho de sua apicultura, por isso a Casa do Mel é parada obrigatória. Há cursos permanentes de culinária na Cozinha do Mel e explicações sobre como o mel é produzido. Tudo gratuito (menos as comidinhas à venda na lojinha da saída, claro).

São Tomé das Letras

 

Uma das cidades mais místicas do Brasil, São Tomé das Letras atrai há décadas quem quer descobrir se há mesmo uma gruta que a liga a Machu Picchu (Peru) e se os carros são puxados para cima quando estacionados em subidas.

Mas a cidade é excelente também para quem não se liga nisso. Há muitas cachoeiras e grutas incríveis por todos os lados. E a um quilômetro do centro de São Tomé você pode visitar a Casa da Pirâmide (foto), uma construção super bonita, toda de pedra, que proporciona uma vista panorâmica das redondezas.

Sete Lagoas

 

Cidade grande, com polo industrial, Sete Lagoas abriga duas atrações magníficas. A principal é a Gruta Rei do Mato (foto), com iluminação especial e visitas guiadas que chegam a um salão com duas colunas de cristal calcita de 12 metros de altura.

A outra é a Serra de Santa Helena, 400 metros mais alta que o centro da cidade, de onde se tem a vista mais linda da região e a possibilidade de fazer um voo de parapente.

Tiradentes

 

Trata-se da cidade histórica mais famosa e visitada de Minas Gerais, e não é à toa. Para todos os lados onde se olhe há construções lindas e preservadas, que remetem aos livros de história. Andar sem pressa pelas ruas do centro ou conhecer a região em uma charrete é garantia de alma lavada no final do passeio.

Além disso, Tiradentes sempre tem eventos super bacanas acontecendo, como a Mostra de Cinema, o Festival de Blues e Jazz e o Festival de Gastronomia. Isso torna o local movimentado e cheio de good vibes.

Reserve um dia para ir de Maria Fumaça até São João del-Rey. Mas compre os ingressos com antecedência, porque é raríssimo haver assentos disponíveis no dia do embarque.

(mdemulher)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Variedades

VEJA MAIS