RÁDIOS
Campo Grande, 22 de julho

Antecipação do 13º salário no dia 10 anima comércio

Governo paga na sexta-feira a segunda parcela do 13º salário

Por Rosana Siqueira
06/12/2021 • 08h30
Compartilhar

A economia local terá um ampla movimentação com a antecipação do pagamento da segunda parcela do 13° salário aos servidores estaduais, no próximo dia 10 de dezembro. A estimativa é de instituições e entidades que representam os setores comerciais no Mato Grosso do Sul.
Para o presidente da Fecomércio-MS (Federação do Comércio do Estado do MS), Edison Araújo, a antecipação do pagamento, que antes iria ocorrer no dia 20 de dezembro e agora será no dia 10, vai contribuir para liberação de crédito ao consumidor e assim proporcionar um giro maior na economia.
“O pagamento da segunda parte no dia 10 contribui para que as compras de Natal sejam antecipadas, inclusive melhorando o fluxo nos estabelecimentos, evitando aglomerações. O efeito multiplicador é muito positivo. Muitas vezes esse recurso acaba refletindo na contratação de serviços, um efeito em cascata que mais uma vez chega ao comércio”, descreveu Araújo.
Adelaido Luiz Spinosa Vila, presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), destacou que este recurso à disposição dos servidores ajuda a melhorar as vendas no varejo. “Mais uma vez o governo do Estado faz o pagamento do salário no começo de dezembro e do 13° pontualmente conforme o que é prescrito em lei. Isto gera segurança e tranquilidade para quem recebe e para nós que lutamos no varejo em prol de melhores vendas”.

Retomada da economia
Para contribuir com a retomada da economia, o governador Reinaldo Azambuja pagou o salário referente a novembro já no 1° dia útil de dezembro, assim como resolveu antecipar a segunda parcela do 13° para o dia 10 de dezembro aos 81 mil servidores ativos e aposentados, além dos pensionistas.
Isto representa R$ 441,6 milhões pagos da folha salarial no começo de dezembro e a expectativa de mais R$ 169 milhões no dia 10. Estes recursos tradicionalmente movimentam a economia do Estado nesta época que antecede o Natal.
“A antecipação do 13° é fundamental, pois dá previsibilidade para o servidor, que pode se programar com os gastos de fim de ano. Também fortalece o comércio, que pode se preparar com promoções para esse período. Antecipar o 13° é movimentar a economia e atender o servidor”, ressaltou o governador.
Para contribuir com o comércio, o governador já tinha pago a primeira parcela do 13° salário em julho aos servidores, injetando mais 250 milhões na economia estadual. Também lançou uma série de medidas e pacotes para ajudar os setores que mais foram prejudicados na pandemia, por meio do programa “Retomada MS”, com investimentos superiores a R$ 1 bilhão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande