RÁDIOS
Três Lagoas, 27 de maio

Duas pessoas são presas por furto em loja agropecuária de Três Lagoas

Suspeitos agiam encapuzados e também são apontados como responsáveis pelo furto de cofre com R$ 10 mil

Por André Barbosa
05/12/2017 • 16h50
Compartilhar

O setor de Investigações Gerais (SIG) da polícia conseguiu identificar e prender duas pessoas suspeitas de invadir e furtar uma agropecuária na rua Munir Thomé, no Centro de Três Lagoas, na madrugada do último dia 4. Um dos suspeitos é menor de 16 anos de idade e conseguiu fugir dos policiais. Os detidos também são apontados como autores de furto de um cofre contendo R$ 10 mil, na Vila Haro, na semana retrasada.

De acordo com o registro policial, os integrantes do roubo a agropecuária são jovens – dois com idades de 18 anos e com diversas passagens pela polícia. Eles estavam sob investigação do SIG e foram presos em flagrante na manhã de terça-feira (5). Ambos foram autuados por tentativa de furto qualificado e corrupção de menores, na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário.

Os criminosos agiam encapuzados. Na ação mais recente, atribuída aos detidos, aconteceu por volta das 3h do último domingo, em uma loja de produtos agropecuários. O estabelecimento foi invadido por arrombamento em uma das janelas. No escritório, os invasores arrombaram o cofre e separaram moedas e cédulas de dinheiro de pequeno valor, utilizadas para troco no comércio, mas foram flagrados por um vigilante. Os três suspeitos fugiram, sem conseguir furtar nada da loja. O dinheiro separado em sacolas, caiu pelo caminho da fuga.

A polícia informou que o trio é responsável por diversos furtos a estabelecimentos comerciais da região central da cidade, principalmente, durante a madrugada. Ao menos seis vítimas foram identificadas, das quais cinco haviam registrado ocorrência.

Os dois suspeitos foram autuados em flagrante e encaminhados ao presídio local e aguardarão decisão da Justiça. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas