RÁDIOS
Três Lagoas, 22 de junho

Secretaria inicia levantamento de áreas públicas de Três Lagoas

Nos últimos anos, diversas áreas de propriedade da prefeitura foram invadidas e ocupadas para a construção de casas

Por Ana Cristina Santos
04/02/2017 • 11h23
Compartilhar

Nos últimos anos, diversas áreas de propriedade da Prefeitura de Três Lagoas foram invadidas e ocupadas para a construção de casas. Algumas delas, por pessoas que alegavam não ter condições de pagar aluguel.

Após decisões judiciais, algumas áreas foram desocupadas, mas outras continuam ocupadas por terceiros. Atualmente, famílias residem em barracos em áreas da prefeitura na Vila Verde, Vila Piloto e Jardim das Primaveras. Além de famílias nessa situação, que alegam não ter condições de pagar aluguel, ainda tem outras pessoas que, segundo o secretário de Infraestrutura, Dirceu Deguti, cercam o terreno, como se fosse de propriedade.

Para saber o número exato e a situação de todas as áreas públicas do município, a Secretaria de Infraestrutura iniciou um levantamento. O trabalho ocorre paralelo a Operação “Meu Bairro Limpo”, que além de recolher materiais inservíveis das residências, também realiza o trabalho de roçada dos terrenos da prefeitura. “Para a gente cobrar dos proprietários de terrenos baldios, temos que fazer a nossa parte, primeiro”, disse.

De acordo com o secretário, pelos dados atuais o município tem aproximadamente 800 áreas públicas, entre verdes e institucionais.
Algumas áreas funcionam como praças, outras como campo de futebol e e algumas destinadas para a construção de escolas, postos de saúde e Centros de Educação Infantil.(

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas