RÁDIOS
Mato Grosso do Sul, 24 de fevereiro

As boinas da Dior são muito mais do que um acessório fashion

A maison colocou nos chapéus um significado de revolução e resistência.

Por Redação
07/03/2017 • 08h20
Compartilhar

Os chapéus estão fazendo o seu comeback nas passarelas internacionais e as boinas são um ponto alto nessa trend. Na passarela da Dior, inclusive, o significado do acessório era também uma forma de ativismo político.

Maria Grazia Chiuri, diretora criativa da label, estreou na maison na temporada passada com os dois pés na porta: colocando camisetas com os dizeres ‘Todas deveríamos ser feministas’ na passarela. Na coleção de inverno 2017, apresentada na semana passada, as boinas tinham um significado semelhante, apesar de mais sutil: elas são um símbolo de luta e resistência que caem perfeitamente no atual momento do mundo, em que o feminismo está ganhando força e os movimentos em prol da igualdade dos gêneros e da diversidade estão tão latentes.

O acessório, mesmo com o seu significado tão poderoso, era simples e minimalista: em couro preto, usando de lado na cabeça e combinado magistralmente às roupas azuis da coleção. Com certeza, um detalhe que criou um mood especial na apresentação.

Em Milão, as boinas também apareceram como um acessório de destaque no desfile da Prada. A grife optou por modelos que variavam em textura, cor e tecido: foram itens de lã e crochê e outros de couro e patchwork, em uma paleta de cores mais sóbria e neutra, navegando entre o marrom, o bege e o preto.

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias