RÁDIOS
Mato Grosso do Sul, 04 de março

Previsão fashion: o que podemos esperar para o inverno 2018

Com os desfiles de 2017 em andamento, WGSN prevê as tendências da próxima temporada

Por Redação
09/02/2017 • 09h17
Compartilhar

Os desfiles de Outono/ Inverno 2018 começam hoje, mas a WGSN já previu o que poderemos esperar da próxima temporada. Em um ambiente político conturbado, o Inverno 2018 pede mais que nunca por mudanças, e veremos os designers abordando parâmetros inovadores e novas formas de pensar.

Veremos conceitos pré-concebidos desaparecendo ainda mais, e provocações políticas e sociais se agravando. A ideia de individualidade continuará cada vez mais forte, se tornando a mensagem principal de toda a temporada – a ideia de que o consumidor contemporâneo se veste de acordo com suas próprias necessidades e personalidades.

Assim, prevemos alguns temas aparecendo com força essa temporada, como o Novo Utilitário, que traz uma atitude disruptiva, misturando o streetwear contemporâneo com a alfaiataria tradicional. O utilitário, muito inspirado na moda militar, aparecerá mais suave, com silhuetas sofisticadas que já vimos nas passarelas masculinas da Vetements, Versace, Joseph.

RCN 67: BANNER BAND FM
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As formas, portanto, serão menos rígidas do que uniformes tradicionais, e ficarão mais relaxadas e confortáveis, mas sem perder o toque utilitário, com elementos funcionais e detalhes práticos que são chaves para criar esse look.

Outro tema que podemos esperar nos desfiles olha para a androgenia que dominou a moda nas últimas temporadas, desconstruindo e reconstruindo a feminilidade com um novo approach, mais relaxado. A Femme Moderne trará peças com proporções exageradas e shapes volumosos, em peças casuais que se inspiram no loungewear, mas não deixam de ser sofisticadas. A ideia de novas proporções é importante, e veremos um balanço entre o maximalismo e o minimalismo, com um luxo simplificado.

Estilistas e marcas provocarão a ideia atual de fronteiras fechadas e isolamento cultural promovida por líderes políticos, unindo ainda mais referências ocidentais e orientais. No tema Indochine, a influência romântica e dark da Era Vitoriana, presente na moda nas últimas 3 temporadas consecutivas, será misturada a elementos Orientais com shapes lineares e sedas acetinadas.

Sabemos que a moda é muito mais do que uma peça de roupa, e que tendências sempre surgem consequentes ao comportamento geral dos consumidores. Por isso, poderemos esperar uma temporada de desfiles mais engajada politicamente e cheia de mensagens importantes de serem ouvidas.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias