Campo Grande, 27 de outubro
25º C
(67) 99229-0519

Os materiais e insumos estão mais caros após a paralisação das indústrias. Segundo o presidente da Acomasul, Diego Canzi, tem produtos que aumentaram 150%. Na avaliação do advogado, o maior desafio do próximo ano é fazer com que os órgãos governamentais, como Caixa Econômica e Governo Federal, percebam esse cenário e façam um reajuste das tabelas e avaliações, “O custo da construção vem subindo, cerca de 25%, e as avaliações dos imóveis continuam no patamar anterior. Isso pode inviabilizar a produção de novas unidades”, explicou o presidente da Acomasul.  Confira a entrevista:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande