Campo Grande, 19 de setembro
32º C
(67) 99229-0519

Complexo do Parque dos Poderes recebe nome de ex-governador

Decisão que homenageia Pedro Pedrossian foi publicada em Lei no Diário Oficial desta segunda-feira (2)

Por Redação
02/10/2017 • 12h04
Compartilhar

A partir desta segunda-feira (2), o complexo onde fica o centro político-administrativo de Mato Grosso do Sul passa a denominar-se Parque dos Poderes Governador Pedro Pedrossian, em homenagem ao ex-governador. Pedrossian comandou três gestões, duas pelo estado divido e uma pelo então Mato Grosso uno.  

A Lei 5.068 foi sancionada hoje em Diário Oficial do Estado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e é de autoria do deputado Paulo Corrêa (PR) com coautoria dos deputados Amarildo Cruz (PT), Antonieta Amorim (PMDB), Beto Pereira (PSDB), Cabo Almi (PT), Coronel David (PSC), Dr. Paulo Siufi (PSDB), Eduardo Rocha (PMDB), Felipe Orro (PSDB), Flávio Kayatt (PSDB), George Takimoto (PDT), Grazielle Machado (PR), Herculano Borges (SD), João Grandão (PT), Junior Mochi (PMDB), Lidio Lopes (PEN), Mara Caseiro (PSDB), Marcio Fernandes (PMDB), Mauricio Picarelli (PSDB), Onevan de Matos (PSDB), Pedro Kemp (PT), Professor Rinaldo (PSDB), Renato Câmara (PMDB) e Zé Teixeira (DEM). 

"Outorgar ao complexo administrativo estadual o nome do seu criador, o ex-governador Pedro Pedrossian, é, antes de tudo, prestar justa homenagem a quem se notabilizou como um dos melhores administradores públicos de nosso Estado, devendo, por isso mesmo, ser lembrado com orgulho por todos os cidadãos", explicou Corrêa na justificativa da proposta.

Pedro Pedrossian morreu em casa, aos 89 anos, na madrugada de 22 de agosto de 2017. Engenheiro civil, foi governador do antigo Mato Grosso de 1966 a 1971. Em 1978 foi eleito senador, deixando o cargo em 1980 para ser nomeado pelo então presidente João Figueiredo para comandar Mato Grosso do Sul. Em 1991 tornou-se novamente governador eleito pelo voto direto.  

(Informações da ALMS)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande

VEJA MAIS