RÁDIOS
Campo Grande, 15 de abril

Fase três de operação desvenda nova rede de corrupção em Sidrolândia

Organização criminosa atuava em licitações de engenharia e pavimentação asfáltica. Contratos investigados somam R$ 15 milhões

Por Fernando de Carvalho
03/04/2024 • 08h00
Compartilhar

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPMS), em uma ação conjunta entre a 3ª Promotoria de Justiça de Sidrolândia, o Grupo Especial de Combate à Corrupção (Gecoc) e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrou hoje (3) a terceira fase da Operação "Tromper". A ação teve como objetivo o cumprimento de oito mandados de prisão e 28 de busca e apreensão.

As investigações, conduzidas pelo Gecoc, confirmaram a existência de uma organização criminosa que atuava na fraude de licitações e contratos administrativos com a Prefeitura Municipal de Sidrolândia. A organização também pagava propina a agentes públicos municipais para garantir a execução dos contratos fraudulentos.

Nesta fase da operação, foi identificada uma nova ramificação da organização criminosa, atuante na área de engenharia e pavimentação asfáltica. Os contratos já mapeados e que são objeto da investigação somam aproximadamente R$ 15 milhões.

A Operação "Tromper", que em francês significa "enganar", contou com o apoio operacional do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), do Batalhão de Choque e da Força Tática da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, além da assessoria militar do MPMS.

*Com informações do MPMS

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande