RÁDIOS
Campo Grande, 21 de maio

FCO libera mais R$ 208 milhões para novos investimentos em MS

Dessa quantia, R$ 77,8 milhões foram destinados para o FCO Empresarial, enquanto R$ 196,2 milhões foram para o FCO Rural

Por Nyelder Rodrigues
12/05/2022 • 17h30
Compartilhar

Reunião do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) liberou para Mato Grosso do Sul mais R$ 208 milhões para aplicação em novos investimentos. Ao todo, o Estado possui uma cota que soma R$ 2,3 bilhões disponibilizados para contratação por empresários e produtores rurais interessados e que se adequem ao projeto.

Os investimentos agora liberados são divididos em R$ 77,8 milhões para o FCO Empresarial e outros R$ 196,2 milhões para o FCO Rural - apesar disso, a quantia de R$ 2,3 bilhões deve ser colocada ao dispor dos interessados em fatias iguais.

Segundo o chefe da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, o CEIF (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO decidiu dar foco neste ano em suíno e avicultura

TODAS AS PRAÇAS: BANNER FORUM CBN
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Na suinocultura já foram internalizados cerca de R$ 340 milhões neste ano e temos demanda adicional em diversos municípios como Sidrolândia, Terenos, Bandeirantes, Rio Negro, Jaraguari e na região sul do Estado, nas integradoras", explica Verruck, que também preside o conselho do fundo de financiamento em Mato Grosso do Sul.

O total de pedidos feitos aos em bancos já ultrapassou 100% do orçamento previsto para o setor rural, mas mesmo assim cartas-consultas seguirão sendo recebidas. "Observamos muitos projetos de irrigação, que decorrem da preocupação com o período de seca, a fim de evitar prejuízos como no ano passado", conta o chefe da Semagro, que completa.

"Temos também uma crescente procura de financiamento para reforma de pastagem, correção e conservação do solo, além de armazenagem, mas a grande demanda permanece em máquinas e equipamentos", concluiu. A previsão é de que em agosto haja uma redistribuição dos recursos do Fundo entre os estados do Centro-Oeste.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande