Campo Grande, 09 de dezembro
26º C
(67) 99229-0519

Pedra fundamental da Rota Bioceânica será lançada no próximo dia 13

Evento que marca início das obras contará com presença do presidente Jair Bolsonaro

Por Giovanna Dauzacker
25/11/2021 • 08h00
Compartilhar

A pedra fundamental da ponte de ligará Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (PY) será lançada no dia 13 de dezembro, conforme informou o presidente do país vizinho, Mario Abdo Benítez, ao governador do estado, Reinaldo Azambuja.

O presidente Jair Bolsonaro também deve participar do evento que marca o início das obras. A cerimônia está prevista para ser realizada do lado paraguaio.

A confirmação foi feita durante visita de Reinaldo Azambuja à embaixada do Paraguai no Brasil, nesta quarta-feira (24). Para o governador, a ponte vai levar desenvolvimento para os dois países e promover integração em diversas áreas.

CBN: CASA DAS CORES DEZEMBRO
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 “Essa ponte vai integrar o Centro Oeste brasileiro e interiorizar o desenvolvimento na região do Chaco paraguaio. Vai diminuir as distâncias dos produtos e aproximar os povos dos quatro países - Brasil, Paraguai, Argentina e Chile - inclusive na área da cultura e do turismo”.

A Ponte Bioceânica terá um comprimento de 680 metros, duas pistas de rolagem de veículos de passeio e caminhões, com 12,5 metros de largura, e duas passagens nas laterais, com 2,5 metros cada uma, para o trânsito de pedestres e ciclistas.

 A obra será feita pelo consórcio Paraguai-Brasil, composto pelas empresas Tecnoedill Constructora S.A, Cidade Ltda e Paulitec Construções. O valor contratado é de 616.386.755,744 guaranis, o que equivale a quase meio bilhão de reais, a serem pagos pela Itaipu Binacional. As empresas vencedoras terão 1.080 dias para concluir o empreendimento.

Durante o lançamento, o presidente do Paraguai vai anunciar ainda a implantação rodoviária de mais dois trechos no Paraguai. O secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) recebeu dele a informação de que o país já tem os recursos para concluir as obras do corredor bioceânico.

“Depois disso, faltará apenas os acessos às pontes do lado paraguaio e do Brasil - que é de responsabilidade do Ministério da Infraestrutura. Já temos a importante informação que o projeto básico está concluído e vai ser lançada uma licitação no modelo contratação direta pelo governo brasileiro, possibilitando assim acertar os dois cronogramas. É algo histórico. A reunião mostra essa inter-relação econômica e a busca desse desenvolvimento tanto do Brasil como do Paraguai”.

De acordo com o Ministério de Obras Públicas e Comunicações (MOPC), do Paraguai, o Corredor Rodoviário Bioceânico naquele país está 93% concluído, com 216 quilômetros de rodovias asfaltadas e sinalizadas. Ao longo de todo o trajeto no Paraguai foram construídas 14 passagens de animais – estruturas colocadas em diferentes pontos do corredor para que as várias espécies de mamíferos vertebrados de pequeno, médio e grande porte possam passar de um lado a outro da pista com segurança.

Quando estiver pronta, a Rota Bioceânica vai encurtar a distância percorrida pelos produtos brasileiros rumo ao mercado asiático, integrar Brasil, Paraguai, Argentina e Chile e transformar Mato Grosso do Sul em um hub logístico, um centro de distribuição de mercadorias.

(Com informações do Portal do MS)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande