RÁDIOS
Campo Grande, 22 de julho

Produção agrícola deve ter queda de 11% em MS, segundo IBGE

Estimativa de outubro mostra que estado pode produzir 19,33 milhões de toneladas

Por Giovanna Dauzacker
11/11/2021 • 16h00
Compartilhar

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve ser de 19,33 milhões de toneladas neste ano em Mato Grosso do Sul, segundo a estimativa de outubro do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Redução de 2,66 milhões de toneladas na comparação com o ano passado, ou seja, 11,2% a menos.

No entanto, a área a ser colhida, deve ser de 5,59 milhões de hectares neste ano, 7% maior frente a 2020. Os dados são do Levantamento sistemático da produção agrícola (LSPA).

Da produção total do estado, 98,8% corresponde às culturas da soja, milho e algodão. Os três são 98,4% da área a ser colhida.

CBN: BANNER UNIMED CAMPANHA RIBAS PI 4391.2 02.07 A 31.07
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mato Grosso do Sul é o quinto maior estado na produção de cereais, leguminosas e oleaginosas do país, com 7,7% do total.

Safra recorde de soja

A produção sul-mato-grossense de soja foi estimada em 12,25 milhões de toneladas, novo recorde da série histórica do IBGE, que representa aumento de 11,9% frente ao que foi produzido no ano passado.

O estado tem a quinta maior produção da oleaginosa do país. O vizinho, Mato Grosso, se mantém com a maior parte da cultura da soja.

Produção de milho em queda

A safra de milho deste ano foi estimada em 6,8 milhões de toneladas. Queda de 36% frente ao volume produzido em 2020, que se deve aos problemas enfrentados por produtores com o clima.

Já a área foi estimada em 2,1 milhões de hectares, aumento de 6,64% na comparação com 2020. O Estado tem a quarta maior produção do grão do país.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande