TRÊS LAGOAS

Três Lagoas, 05 de agosto(67) 99229-0519
JPNEWS: SUZANO

Governo emite licença ambiental para usina de biomassa em Três Lagoas

Projeto da Eldorado vai custar R$ 320 milhões e obras devem começar em março

Por Valdecir Cremon
23/01/2019 • 13h43
Compartilhar

Um investimento de R$ 320 milhões, com perspectiva de contratação de mil pessoas e, ainda, que vai dar  fim lucrativo e ecologicamente correto a um resídio da produção de celulose. Os dados são de um projeto de instalação de uma usina de produção de energia gerada com a queima de cavacos de madeira, em Três Lagoas, que tem início de obras previsto para o março deste ano.

A empresa Eldorado Brasil, do Grupo J&F, recebeu nesta semana a licença ambiental de instalação da usina, emitida pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). O documento autoriza a execução do projeto da termelétrica na planta que a empresa possui na cidade. A capacidade de geração da usina será de 50 megawatts de energia.

Restos de madeira já são utilizados na geração da energia que toca o maquinário da unidade. A nova usina dará maior autonomia à empresa, que tem uma ampliação de capacidade em andamento, além de prover o funcionamento de uma segunda linha de celulose - projeto iniciado em 2017 e que está paralisado.

A licença para a nova fábrica foi renovada pelo Imasul e entregue pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, e o presidente do Instituto, Ricardo Eboli, também nesta semana, a diretores da Eldorado.

A termelétrica será a primeira geradora de energia a partir de biomassa de eucalipto do Estado.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas

VEJA MAIS