Campo Grande, 26 de outubro
23º C
(67) 99229-0519

Corumbá e Ladário estão no topo de ranking nacional para observar aves

No país são mais de 8,2 mil pontos e há 1,9 mil espécies já catalogadas, sendo que em MS já foram encontradas 630

Por Rodolfo César/Giovanna Dauzacker
12/10/2021 • 18h21
Compartilhar

Corumbá e Ladário estão no topo de ranking nacional sobre locais no Brasil para observação de aves. As duas cidades apareceram em lista elaborada entre 8.234 locais, conhecidos como hotspots. A definição desses pontos ocorreu no sábado (9), em evento internacional conhecido como Big Day.

Nessa data, anualmente, observadores de aves em todo o mundo saem para identificar espécies em diferentes locais. Todos os dados obtidos são lançados em uma plataforma eletrônica, disponível até para celular, conhecida como e-Bird. Esse sistema faz a tabulação das informações e cria rankings para orientar pesquisadores e turistas.

O local no Brasil onde foi possível encontrar mais espécieis de aves no Brasil foi em Miranda, com 183 tipos de pássaros catalogados. Corumbá figurou em terceiro, na Pousada Xaraés, com 151 espécies catalogadas. Na quarta posição está Ladário, com a APA Baía Negra, com 146 espécies identificadas.

CBN: BANNER RCN 67 DE 16 A 31.10
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra área de Corumbá que também foi apontada no ranking é a Baía do Jacadigo, que fica na divisa com a Bolívia. Por lá, 135 espécies foram encontradas.

Em todo o Brasil, 1.056 espécies foram observadas ao longo do Big Day. Em Mato Grosso do Sul já foram catalogadas 630 aves e o número oficial no país identifica 1.971 espécies.

“Mato Grosso do Sul já consta no mapa da observação de aves do Brasil e do mundo. De 2008 a agosto de 2019 o Estado recebeu 1337 visitantes que observaram aves, de acordo com o Wikiaves, principal plataforma utilizada pela comunidade de observadores de aves no Brasil. Esses observadores fotografaram e/ou registram os sons das aves observadas. Isso sem contar com o número de residentes que também fizeram viagens para observação de aves no estado, empreendendo o turismo regional. No wikiaves estão cadastrados 602 observadores. Pelo eBird, plataforma mundial utilizada, são 856 observadores que já contribuíram com as 6.868 listas de aves submetidas referentes a MS”, explica a bióloga e pesquisadora Maristela Benites, uma das referências no Estado.

Nesse Big Day, em Mato Grosso do Sul houve a participação de 50 equipes realizando a observação e lançando dados no sistema internacional e-Bird. Esses grupos estiveram em 20 cidades diferentes do Estado.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande