RÁDIOS
Campo Grande, 14 de abril

"Ele era tranquilo, muito difícil acreditar que tenha reagido", diz primo de Gabriel em velório

Guilherme Mongenot lembrou como foi informar a mãe de Gabriel, a secretária-adjunta de Assistência Social do município, Inês Mongenot

Por Chris Reis
21/11/2023 • 12h30
Compartilhar

O corpo do jovem Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos – morto com 23 facadas quando estava na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, na madrugada de domingo (19) – está sendo velado em Campo Grande e será sepultado logo mais às 16 horas no Cemitério Santo Antônio.

Mesmo com o sentimento de grande dor, o primo de Gabriel, Guilherme Mongenot, atendeu a imprensa e lembrou do dia em que recebeu a notícia sobre o assassinato. “Minha mãe foi a primeira pessoa de Campo Grande a receber a informação, ela me avisou e fomos avisar a mãe do Gabriel. A primeira informação era de ele tinha sido assaltado e tinha falecido. Depois fomos recebendo as informações dos amigos que estavam com ele na praia”.

Nas palavras de Guilherme fica a lembrança do primo “alegre, tímido, uma pessoa tranquila o que deixa mais difícil de acreditar que tenha reagido”, destacou.

CBN: BANNER 02 KAMPAI 11.04 A 30.04.2024 DIAS PARES
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele preferiu não fazer comentários a respeito da violência que vitimou o primo. “Não cabe dizer, tivemos uma perda e essa é a única coisa que conseguimos pensar, não passa mais nada pela cabeça”. Ele falou também sobre a imensa dor da tia, Inês, que perdeu o único filho. “Para uma mãe que perde um filho, a dor nunca vai passar”.

Para Guilherme Mongenot, Gabriel estava feliz. Gostava de ir em shows e “não estava prensando em preocupação, isso não passa pela cabeça de ninguém, ele estava se divertindo”, resumiu.

Gabriel MongenotGabriel Mongenot - Reprodução/Rede Social

O caso – Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos foi morto com 23 facadas em Copacabana na madrugada de domingo (19). Ele estava no Rio para participar do show da cantora norte-americana Taylor Swift.

O corpo foi trazido de carro para Campo Grande e chegou na madrugada de hoje (21). O velório teve início por volta das 8h e o sepultamento está previsto para ocorrer às 16h no cemitério Santo Antônio.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande