RÁDIOS
Campo Grande, 22 de fevereiro

Estado encaminha Projeto Orçamentário fixado em mais de R$ 25 bi

Novo valor representa um aumento de 9,42%, em relação ao previsto para este ano

Por Redação CBN/CG
16/10/2023 • 14h00
Compartilhar

O Governo do Estado encaminhou nesta segunda-feira (16) à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), o Projeto da Lei Orçamentária Estadual (PLOA) 2024 com estimativa de receita e valor de despesa fixado em quase R$ 25,5 bilhões (R$ 25.488.531.930). 

Na elaboração do PLOA 2024, o governo seguiu as determinações da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO - Lei 5.694/2021), do PPA 2024-2027, da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF - Lei Complementar 101/2000), entre outras normativas. Também foram consideradas as modificações na Lei Estadual 6.093/2023, que estabelece as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária de 2024.

O valor estimado e fixado com receita e despesa representa um aumento de 9,42%, em relação ao valor previsto para este ano, que foi R$ 22.030.788,00 bilhões. Também foi verificada para a elaboração deste número, a efetiva arrecadação ocorrida nos três últimos exercícios, e as variáveis técnicas, legais e conjunturais, que podem afetar a arrecadação. A incorporação do Plano de Contratação Anual (PCA), é um dos exemplos.

CBN: BANNER CRESOL ATÉ 29.02.2024 ATUAL. 08.02
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para a despesa, o orçamento fiscal foi fixado em R$ 17.922.458.630, e o orçamento da Seguridade Social em R$ 7.566.073.300. O projeto orçamentário autoriza o Poder Executivo, durante o exercício de 2024, a abrir créditos suplementares até o limite de 25% do total da despesa.

PPA

Também encaminhado pelo Poder Executivo, o Projeto de Lei 289/2023, que institui o Plano Plurianual do Estado para o período de 2024 a 2027 (PPA 2024/2027), contendo as diretrizes e as prioridades da Administração Pública Estadual, para a realização das despesas de capital e de outras delas decorrentes, inclusive dos programas finalísticos, de gestão, manutenção e de serviços do Estado.

O Plano Plurianual do Estado poderá ser alterado mediante abertura de créditos adicionais especiais ou suplementares, conforme autorização concedida por lei, ficando as modificações automaticamente incorporadas na forma do detalhamento constante do respectivo ato.

Neste ano, o lema é “Ser um Estado inclusivo, próspero, verde e digital”; e para a geração de valor pública está o exercício da cidadania inclusiva, com dignidade, equidade e justiça social; e a garantia da qualidade e o acesso aos serviços públicos para todos.

*Com informações de Agência Alems

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande