RÁDIOS
Campo Grande, 30 de junho

"Preocupação maior é a quebra do pacto federativo", diz Sindifiscal

Coluna semanal trouxe novamente Clauber Aguiar, do Observatório Econômico, agora para comentar a PEC dos Combustíveis

Por Nyelder Rodrigues
15/06/2022 • 17h00
Compartilhar

As mudanças impostas pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Combustíveis e fixação do teto de 17% para o ICMS dos combustíveis e energia foi o tema comentado pelo direto do Observatório Econômico do Sindifiscal (Sindicato dos Fiscais Tributários), Clauber Aguiar, no Jornal CBN Campo Grande desta quarta-feira (15).

Ele conversou com a equipe da CBN na coluna semanal Menos Imposto, Mais Emprego, avaliando por ora como negativo o impacto da PEC nas contas públicas. "A preocupação maior é a quebra do pacto federativo", explicou, revelando alerta sobre a situação.

De acorco com Aguiar, a redução e simplificação são necessidades latentes, mas precisam de ampla discussão para evitar que ocorram problemas maiores posteriormente. "Foi uma ação a revelia da participação dos estados, até de forma atropelada", comenta.

Confira abaixo na íntegra a coluna Menos Imposto, Mais Emprego:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande