RÁDIOS
Campo Grande, 22 de julho

Série de assaltos em Ponta Porã assusta população

Em oito dias, oito assaltos foram registrados na cidade

Por Carlos Monfort, de Ponta Porã
24/11/2021 • 11h20
Compartilhar

Uma série de assaltos em Ponta Porã deixou a população da cidade assustada e temerosa com a onda de violência. Nos últimos oito dias, foram oito ocorrências policiais registradas com mortes e ações a mão armada.

O saldo dessa onda da violência urbana no lado brasileiro da fronteira do Mato Grosso do Sul com Paraguai começou com a morte do comerciante árabe Badie Mohamed Salem, de 49 anos, no último dia 16, quando a vítima e um grupo de comerciantes estavam em um café.

Por volta de 07h45, dois homens chegaram anunciando o assalto e exigindo entrega de chaves de veículos. “Badê” como era mais conhecido o comerciante morto, reagiu e acabou sendo baleado.

CBN: BANNER DIGIX 01.01 A 30.06.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois disso, outros sete assaltos foram registrados, tanto no centro, como bairros da cidade. Em outra ocasião, uma mulher foi arrancada de um veículo modelo SUV quando chegava num salão de beleza. Ela foi rendida e os bandidos fugiram após tirarem à força a vítima do interior do veículo.

A última ação foi registrada nesta terça-feira (23), por volta de 15h, quando uma dupla rendeu um motorista de um utilitário quando saia de casa. Exceto o caso do comerciante assassinado ao reagir ao assalto, nos demais casos não houve mortes.

A polícia ainda não tem pistas dos autores de nenhuma das ocorrências. Coincidência ou não, nos assaltos há sempre o registro da participação de dupla, dois homens com forte sotaque espanhol, sendo a única característica comum apresentada pelas vítimas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande