RÁDIOS
Três Lagoas, 17 de agosto

Fábrica de celulose abre vagas de condutora de veículo florestal exclusivas para mulheres

As inscrições podem ser feitas por todas as mulheres em Três Lagoas e Brasilândia

Por Redação
04/08/2022 • 13h19
Compartilhar

A Suzano está com duas vagas abertas exclusivas para mulheres para a função de Condutora de Veículo Florestal I, em Brasilândia e, em Três Lagoas. O processo seletivo está aberto na Plataforma de Oportunidades da empresa e vem ao encontro do compromisso da companhia em promover a diversidade e equidade de gênero no mercado de trabalho. As inscrições seguem abertas até 8 de agosto, pela internet.

As inscrições podem ser feitas por todas as mulheres interessadas, desde que atendam a alguns pré-requisitos: Ensino Médio completo – a formação técnica será considerada um diferencial -; experiencia básica em condução de veículos articulados; conhecimento em avaliação de condições de estradas; conhecimento em planejamento e programação de transporte florestal; Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria "E" e residir no município de  Três Lagoas ou Brasilândia. 

De acordo com Angela Aparecida dos Santos, gerente Executiva de Gente e Gestão da Suzano em Mato Grosso do Sul, a iniciativa de abrir vagas exclusivas para o público feminino tem como objetivo atrair o interesse das mulheres pelo setor florestal e, com isso, colaborar para a formação de um mercado de trabalho mais igualitário. "Hoje, todas as nossas vagas são abertas para todas as pessoas, sem distinção de gênero, idade, cor, origem, deficiência ou orientação sexual. Porém, percebemos que o número de candidatas pode ser ainda maior. Com esta ação, pretendemos atrair cada vez mais mulheres e fortalecer a nossa política de promoção da diversidade em nossas unidades", destaca Santos.

Com 14 anos de experiência como motorista, Suzamara Neubert, 34 anos, foi uma das mulheres que apostou na carreira de condutora de veículos florestais na Suzano. O impulso necessário veio de uma colega de trabalho. "Na época, uma colega de trabalho atuava como condutora de caminhão enquanto eu estava no trator. Essa motorista foi uma inspiração para mim e outras colegas. Foi quando tomei coragem, tirei minha CNH na categoria E. Logo após, já estava contratada pela empresa como condutora de caminhão na Suzano", recorda.  Atualmente, há 19 mulheres atuando na função de condutora de veículos florestais na Unidade de Três Lagoas.

Para Suzamara, assim como ocorreu com ela, a representatividade feminina em ocupações até então predominantemente masculinas colabora com a quebra de estigmas e estimula outras mulheres a buscarem qualificação. "Elas veem que basta ter coragem, correr atrás e se qualificar. Tento alguém para nos apoiar, como ocorre na Suzano, a gente vai longe. É muito tranquilo. Para as mulheres que gostam [deste setor], não tem dificuldade nenhuma. É só buscar!", reforça a condutora de hexatrem. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Três Lagoas