RÁDIOS
Três Lagoas, 15 de julho

Número de golpes de estelionato digital cresce em MS

Em Três Lagoas, a cada um dia, duas pessoas são vítimas de estelionatários

Por Carol Beghelini e Israel Espíndola
11/11/2021 • 15h22
Compartilhar

Diariamente são registrados casos de golpes aplicados por estelionatários que cometem os crimes através de redes sociais, como aplicativos de conversa ou até mesmo por aplicativos de entretenimento ou compra e venda. Em Mato Grosso do Sul, os crimes digitais já aumentaram em 70% e, em Três Lagoas, a cada um dia, duas pessoas são vítimas de estelionatários, que usam de todas as formas para enganar as pessoas.

Os crimes mais comuns cometidos pelos golpistas que usufruem do meio digital são a compra e venda de produtos, falsos funcionários de bancos ou instituições federais, ou até mesmo, um criminoso se passando por algum familiar ou conhecido.

E para conseguir qualquer informação, basta acessar as redes sociais, onde a vida e os dados pessoais estão cada vez mais expostos. Por isso, todos devem ficar atentos e cuidar para que não sejam mais uma vítima da famosa ‘pescaria’, termo utilizado quando o autor do crime oferece falsas propostas na intenção de convencer a pessoa a realizar uma transferência ou até mesmo adquirir um produto.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dicas para não cair nos golpes digitais

De acordo com o Delegado da Polícia Civil, Juliano Toledo, a lei permite que os dados pessoais possam ser totalmente excluídos de um sistema caso seja solicitado. Além disso, o delegado cita outras dicas de como fugir dos golpes digitais, confira.

Em caso de compra e venda de produtos, ou alguma negociação específica, prefira marcar encontros em locais públicos, de preferência onde tenha instalações de câmeras de segurança;

Nunca passar dados pessoais através de aplicativos de conversa ou fazer o envio de fotos de documento ou selfies;

Sempre que for realizar alguma atividade, principalmente em empresas virtuais, checar o histórico da empresa e analisar as avaliações dadas por outros usuários em relação à instituição;

Criar o hábito de visitar os canais que tenham registros de dados pessoais e solicitar o cancelamento imediato de dados de uma empresa ou canal onde não se tem mais acesso.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas