RÁDIOS
Três Lagoas, 20 de julho

Operação ‘Porco Solto’ resulta em 35 flagrantes de crimes ambientais em Três Lagoas

Ação visa flagrar moradores descartando lixo e entulhos irregularmente nas vias públicas e terrenos baldios

Por Ana Cristina Santos
06/06/2019 • 06h21
Compartilhar

Em quatro meses, a Secretaria Municipal de Meio de Três Lagoas conseguiu flagrar 35 práticas consideradas crimes ambientais na cidade. Isso, resultado da “Operação Porco Solto”, iniciada em fevereiro deste ano, e que visa flagrar moradores descartando lixo e entulhos irregularmente nas vias públicas e terrenos baldios.

Somente entre os dias 23 e 28 de maio foram quatro pessoas flagradas realizando descarte irregular de galhada, móveis e entulhos em vias públicas e terrenos baldios, além de outras três identificadas.

O valor da multa no caso das infrações mais leves é de R$ 479, podendo ser enquadrada como crime ambiental, dependendo do tipo de resíduo, quantidade e local de descarte. Nesse caso, a multa mínima é de R$ 5 mil.

Algumas pessoas, segundo a secretaria, foram identificadas por meio de documentos descartados nas vias públicas. Além de receberem multa pela infração, devem recolher os materiais descartados e levá-los ao local apropriado, o “Buracão do Jupiá”, localizado na rua Egídio Thomé.

O local, inclusive, teve seu horário de funcionamento ampliado para facilitar o acesso dos moradores e das empresas de caçambas.  O “Buracão” fica aberto de segunda a sexta-feira das 7h às 17h, inclusive durante o horário de almoço. Aos sábados, das 7h às 12h.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas