RÁDIOS
Três Lagoas, 22 de julho

Prazo de inscrição do concurso da Sanesul é prorrogado para 19 de novembro

Inscrições devem ser feita online e há vagas para Três Lagoas

Por Kelly Martins
15/11/2021 • 12h18
Compartilhar

O prazo de inscrição do concurso público da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) foi prorrogado. Agora, o candidato interessado pode fazer a inscrição até às 14h do dia 19 de novembro de 2021 e realizar o pagamento da taxa até às 23h (horário de Brasília) do mesmo dia. Antes, o prazo era até 11 de novembro.

São ofertadas 74 vagas e cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 1.606 para candidatos com nível médio a R$ 6.337 para quem possui ensino superior completo. Para Três Lagoas, estão disponíveis cinco vagas e o salário mais alto é de R$ 3.008,22.

São três oportunidades para o cargo de agente em saneamento. A exigência é ensino médio completo e o salário é de R$ 1.606. Também para nível médio há a oportunidade para assistente administrativo com salário de R$ 2.474 e uma vaga para técnico em manutenção eletromecânica - o edital exige formação técnica na área e o salário é de pouco mais de R$ 3 mil. Quem possui formação em técnica em análise e tratamento também pode concorrer no processo seletivo. Neste caso, o edital cita que é para formação de cadastro reserva.

As inscrições devem ser feitas pela internet. O valor da taxa é de R$ 80 (níveis médio e técnico) e R$ 100 (superior). A prova objetiva será no dia 19 de dezembro. 

Também há vaga para técnico em recursos humanos, técnico em segurança do trabalho, técnico em tecnologia da informação, administrador, advogado, analista de tecnologia da informação, biólogo, contador, economista, engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro mecânico, engenheiro sanitarista ambiental, jornalista, médico do trabalho, psicólogo, químico e tecnólogo em saneamento ambiental.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas