Três Lagoas, 26 de outubro
26º C
(67) 99229-0519

Prefeitura institui comissão para acompanhar concurso público

Administração municipal ainda não divulgou data do concurso e nem total de vagas

Por Ana Cristina Santos
06/10/2021 • 10h01
Compartilhar

A Prefeitura de Três Lagoas publicou edital com a relação dos integrantes da comissão que vai acompanhar a realização do concurso público para o preenchimento do quadro de servidores da administração municipal.

De acordo com o edital, caberá a comissão promover a supervisão da confecção do edital e instauração de procedimentos necessários para o regular andamento do concurso público de provas e títulos. Ficará sob responsabilidade do grupo elaborar o edital de abertura e tomar todas as medidas necessárias para seu regular andamento.

O Comitê é composto por servidores das secretarias de Administração (SEMAD); Educação e Cultura (SEMEC); de Saúde (SMS); Assessoria Jurídica do Município; Sindicato do Servidor Público Municipal (SSPM) e Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTED).

JPNEWS: BANNER TRANSFORMAÇÃO DE 15.10 A 31.12.2021
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Foram nomeados como membros: Daniela dos Santos Cruz Figueiredo (SEMEC); Maria Célia Santos Nunes (SEMEC); Antônio Carlos Modesto (SSPM); Luciana Regina Braçal (SSPM); Maria Aparecida Diogo (SINTED); Petrônio Alves Correa Filho (SINTED); Bruna Fernanda Barbosa Queiroz (SMS); Juliana Schiaretti Orsi Gonçalves (SMS); Pedro Otávio Cavalcante Hirotuca (SEMAD) e Alexandra Miceno Pineis (Assessoria Jurídica).

A previsão é de que o concurso público seja realizado ainda neste ano. A prefeitura ainda não divulgou o total de vagas que serão abertas para o certame. Atualmente, o município tem cerca de 5 mil servidores. Desses, cerca de mil são comissionados.

Segundo a Secretaria de Administração, a maior carência hoje é na área da educação, setor que deve ter maior número de vagas abertas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews