RÁDIOS
Três Lagoas, 18 de junho

Projeto prevê levantamento de todas as nascentes em Três Lagoas

Motivo se deve aos impactos ambientais registrados no país

Por Ana Cristina Santos
22/05/2024 • 10h10
Compartilhar

Segundo estudo que faz parte de um projeto de extensão do curso de ciências biológicas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), campus de Três Lagoas, o município e região tem 15 córregos, que foram analisados ao longo de três anos. O resultado desse levantamento aponta para a necessidade de preservação dessas áreas, que acabam sendo degradas pela ação do ser humano.

Diante de tantos impactos ambientais registrados no mundo, inclusive no Brasil, agora com destaque para o Rio Grande do Sul, é que a vereadora Evalda Reis (MDB) apresentou um projeto de lei para que seja feito um amplo levantamento de todas as nascentes no município de Três Lagoas.

O Córrego da Onça, curso d’água que atravessa o município e desemboca no rio Paraná, está em estágio avançado de assoreamento. As três lagoas que dão nome a cidade fazem parte da bacia hidrográfica do Córrego da Onça, que corta parte de bairros da cidade, e atravessa a BR-262, no perímetro urbano de Três Lagoas.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 O professor de ciências biológicas da UFMS, Luiz Ubiratan, destaca que o grande problema enfrentado no Córrego da Onça é o assoreamento.

Veja a reportagem abaixo:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas