RÁDIOS
Três Lagoas, 15 de julho

Semana começa com 47 vagas na Casa do Trabalhador de Três Lagoas

O horário de atendimento da Casa é das 7h às 13h, de segunda a sexta-feira

Por Kelly Martins
29/11/2021 • 07h45
Compartilhar

Nesta segunda-feira (29) a Casa do Trabalhador de Três Lagoas oferece 47 vagas para quem está à procura de um emprego. As vagas podem ser preenchidas sem aviso prévio.

De acordo com a Casa, há vagas para agente funerário (1); caseiro (1); encarregado de estoque (1); jardineiro (2); líder de manutenção mecânica (1); mecânico de afinação de motores diesel (exceto de veículos automotores - 2); mecânico de manutenção de caminhão a diesel (1); motorista carreteiro (5); oficial de serviços diversos na manutenção de edificações (1); oficial de serviços gerais na manutenção de edificações (2); operador de caixa (10); operador de caixa (1); operador de caixa (1); repositor em supermercados (5); repositor de mercadorias (1); soldador (1); técnico de refrigeração (instalação – 1); técnico mecânico na manutenção de ferramentas (2); trabalhador na cultura de hortaliças (1); vendedor - no comércio de mercadorias (4) e vendedor de comércio varejista (1).

Para concorrer a qualquer vaga, é necessário comparecer à Casa do Trabalhador, com RG, CPF, PIS, Carteira de Trabalho e comprovante de residência ou ainda, baixar o aplicativo Sine Fácil Dataprev.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No caso de vagas para Pessoas com Deficiência (PCD), é necessário apresentar o laudo médico para retirar o encaminhamento.

O horário de atendimento da casa é das 7h às 13h, de segunda a sexta-feira. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3929-1937.

A Casa do Trabalhador está localizada na rua Doutor Monir Thomé, n° 86, no Centro.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas