RÁDIOS
Três Lagoas, 16 de agosto

Três Lagoas e a Costa Leste prosperam

Leia o Editorial do Jornal do Povo deste sábado (25)

Por Redação
25/06/2022 • 08h51
Compartilhar

Uma cidade se constrói pela soma do trabalho e das suas forças vivas, as quais representam a alavanca da prosperidade, que contribui para o seu desenvolvimento e progresso de seu povo. Assim, Três Lagoas na sucessão dos acontecimentos assenta na atualidade um tijolo após outro, numa construção que vai se agigantando e lhe dando os contornos de uma cidade de porte médio com posição sócio econômica invejável. Atualmente, oferece aos que a procuram para fazer dela sua cidade oportunidade de trabalho e de vida digna, sobretudo, com qualidade.

Os efeitos da industrialização permitiram o aumento de geração de emprego e renda. E o consequente aumento do poder aquisitivo de seus moradores, que enseja entre inumeráveis oportunidades o acesso a casa própria, aliás, fator preponderante para a fixação de famílias que a escolhem para morar, educar e encaminhar seus filhos. Inquestionavelmente, estamos melhorando os índices de qualidade de vida da população, que tem ao seu dispor uma extensa rede de captação de esgoto, águas pluviais e distribuição de água e energia. A rede de educação tanto municipal como estadual é muito boa.

O ensino vai do básico ao universitário. A saúde pública atende os munícipes, senão em nível de excelência, pelo menos com níveis razoáveis e satisfatórios de atendimento através dos postos de saúde instalados em vários bairros. Com a inauguração do Hospital Regional Magid Thomé, demos um salto para a melhoria na qualidade desse serviço não só dos nossos residentes como para os moradores de toda a nossa região.

O novo hospital somado aos dois outros da cidade – o Auxiliadora e o da Cassems - tornarão em um futuro breve, Três Lagoas, polo de referência em saúde. Ruas e avenidas estão sendo abertas e pavimentadas, a iluminação pública está sendo melhorada com a instalação de luminárias de lâmpadas de led. A segurança pública precisa ser mais aprimorada, por conta da fama de que aqui se encontra um oásis de oportunidade que atraí gente de todas as tendências de conduta. E por isso, é que se exige mais vigilância destinando-se mais equipamentos e pessoal treinado para coibir a ação marginal que a todos inquieta.

É verdade que o custo do processo de industrialização causa certo temor por conta de uma avalanche do movimento social que se registra nesta vasta região da Costa Leste. O anúncio de mais uma fábrica de celulose irá impulsionar os nossos vizinhos: Inocência, Selvíria, Aparecida do Taboado e Paranaíba – o município mãe de Três Lagoas. Água Clara e Ribas do Rio Pardo entraram na rota da industrialização, o primeiro, com uma grande indústria de perfilados de madeira que produz a todo vapor e o segundo, convulsionado como fomos pela mega fábrica de celulose que lá se instala. É fantástico o desenvolvimento industrial que se registra em nossa cidade e região. É certo que todas as cidades envolvidas hão de crescer e se desenvolver. É assim que se alicerçam as melhorias e as perspectivas de uma vida cheia de conquistas para a população da região. Isso tudo tem um nome, prosperidade. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Três Lagoas