RÁDIOS
Três Lagoas, 24 de abril

Veja cuidados na declaração IR 2024 para evitar cair na malha fina

Em Três Lagoas já foram entregues à Receita Federal 10.185 declarações

Por Israel Espíndola e Sidney Cardoso
02/04/2024 • 10h02
Compartilhar

O prazo de entrega para a declaração do Imposto de Renda (IR 2024) termina no dia 31 de maio, mas é preciso que os contribuintes façam o quantos antes para terem mais segurança e evitar erros e cair na malha fina.

Na hora de declarar o IR 2024 são muitas as informações que o contribuinte precisa passar, e se fizer apressado pode acabar tendo problemas. O empresário Fábio de Melo já teve problemas com erros, e hoje, prefere ter ajuda de um profissional.

“É muito importante ter um profissional que nos ajude, porque a gente acaba deixando a desejar uma coisa ou outra. Então, contratando um profissional ele já toma conta o ano inteiro, porque o tempo da gente é curto”, explicou o empresário Fábio de Melo.

JPNEWS: BANNER RCN NOTICIAS PATROCINADO ATUALIZADO 27.03.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O contribuinte que deixa de lançar algum ganho pode se tornar presa fácil na análise da Receita Federal. O rendimento não declarado consta como pago para o contribuinte, identificado por meio pelo CPF, na informação que a fonte pagadora presta à receita.

Pelo cruzamento de dados, esse sistema possibilita que o ‘leão’ identifique rapidamente que o rendimento pago por determinada empresa não constou na declaração de quem o recebeu.

As declarações começaram a ser entregues desde o dia 15 de março de 2024. De acordo com dados informados pela Receita Federal, até o às 16h do dia 1° de abril já foram enviadas 133 mil declarações em Mato Grosso do Sul. Em Três Lagoas já foram entregues 10.185 declarações.

A orientação da Receita Federal é que, os contribuintes que optarem por utilizar a pré-preenchida, confiram as informações com o comprovante de rendimentos e outros documentos guardados.

O contador Weslley Barboza reforçar também que as informações não recuperadas pela pré-preenchida devem ser complementadas pelo declarante. “É importante ficar atento sobre omissão de documentos e, também, sempre guardar os comprovantes de rendimentos para uma eventual comprovação junto à Receita Federal”, orientou.

Confira na reportagem abaixo: 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas