RÁDIOS
Campo Grande, 14 de junho

Brigadistas controlam incêndio na obra de mega-indústria, em Ribas

Veja fotos do local onde as chamas assustaram trabalhadores do canteiro de obras da Suzano; local foi interditado pelos Bombeiros

Por Lígia Sabka
06/12/2023 • 17h30
Compartilhar

Um incêndio de grandes proporções, na tarde desta quarta-feira (6), paralisou os trabalhos no canteiro de obras da Suzano, a mega-fábrica de papel e celulose que está sendo construída no município de Ribas do Rio Pardo, a cerca de 100 quilômetros de Campo Grande.

As chamas começaram por volta das 15h e, em 40 minutos, foram controladas pela equipe de brigadistas da própria empresa, conforme informou a assessoria de comunicação da Suzano. 

Em grupos de mensagens na internet, circularam diversos vídeos postados por trabalhadores que estavam no local na hora em que o fogo começou. As imagens mostram uma densa camada de fumaça e labaredas com dezenas de metros de altura.  (VEJA FOTOS ABAIXO)

O Corpo de Bombeiros Militar de Ribas do Rio Pardo participou dos trabalhos de rescaldo do fogo. Foram utilizados todos os seis caminhões pipa da unidade e 130 mil litros de água. O local foi interditado e a perícia será feita nesta quinta-feira (7).

Em nota, a companhia informou que não foi preciso chamar o Corpo de Bombeiros para o combate às chamas e que o incêndio foi "registrado em uma das torres de resfriamento da fábrica. A empresa esclarece que não houve feridos no incidente e que o fogo já foi devidamente controlado pelas equipes de brigadistas da própria empresa, estando a situação já sob controle. As causas do incêndio serão devidamente investigadas".

Até este momento a assessoria da Suzano não informou qual material foi queimado e o tamanho do prejuízo provocado pelo incêndio.

Mega-fábrica

A Suzano é uma das gigantes do setor de celulose e a unidade de Ribas do Rio Pardo deve ser uma das maiores do mundo, com investimentos que totalizam R$ 22,2 bilhões. A construção da fábrica, o Projeto Cerrado, está prevista para ser concluída no primeiro semestre de 2024.

Neste ano, a construção da unidade atingiu o total de 10 mil trabalhadores reunidos em um mega-canteiro de obras. Ao entrar em atividade, o empreendimento produzirá 2,55 milhões de toneladas de celulose ao ano, ampliando a capacidade instalada de mercado da Suzano para 13,5 milhões de toneladas anuais.

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande