RÁDIOS
Campo Grande, 24 de abril

Campo Grande terá que devolver doses da vacina contra a dengue

Ministério da Saúde pretende enviar doses a outros municípios do país. Campo Grande só vacinou 15% das crianças de 10 a 14 anos

Por Isabela Duarte
02/04/2024 • 16h00
Compartilhar

Campo Grande terá que devolver doses do imunizante contra a dengue - a vacina Qdenga - ao Ministério da Saúde. O vencimento dessa remessa de imunizantes é em abril e, segundo o governo federal muitos municípios no país ainda não receberam as doses. Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal foram os únicos a ter 100% dos municípios contemplados com os imunizantes.

Mas, capital sul-mato-grossense, apenas 15% do público-alvo (pessoas entre 10 e 14 anos) foi vacinado. O município já registrou 775 casos prováveis da doença, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (SED).

A secretária municipal de saúde, Rosana Leite, afirma que as doses devolvidas serão redistribuídas para outros estados, conforme determinação do governo federal. 

"O Ministério da Saúde soltou uma nota proibindo que as vacinações sejam feitas extras-muros, ou seja, nas escolas. Então a gente percebeu que houve uma diminuição da procura. Nós tínhamos a expectativa de atingir mais de 90% do público, porque temos essa cultura da vacinação e começamos com uma boa procura, principalmente nas escolas", pontua Rosana Leite.

CBN: BANNER 02 KAMPAI 11.04 A 30.04.2024 DIAS PARES
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Ministério da Saúde ainda não cogita ampliar o público alvo ou flexibilizar a vacinação fora das unidades de saúde. Nos demais estados do país, as doses próximas da data de validade foram redistribuídas para cidades dentro da própria unidade federativa que ainda não tinham sido contempladas pelas remessas federais.

As doses devolvidas por Mato Grosso do sul serão enviadas para 16 cidades do Amapá que ainda não vacinaram as crianças. O Distrito Federal também fará parte dessas redistribuição para o Amapá.

Vacinação

Apesar de Campo Grande não ter registrado óbitos pela dengue neste ano, a Secretaria Municipal de Saúde pede um olhar atento à doença e que os pais e responsáveis levem as crianças para tomar a vacina, que é um reforço no combate à doença.

Atualmente, o Ministério da Saúde destina o imunizante a pessoas de 10 a 14 anos, público que concentra a maior proporção de hospitalização pela doença. O esquema vacinal é composto por duas doses com intervalo de três meses entre elas.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande