RÁDIOS
Campo Grande, 14 de julho

Corumbá: jovens de 18 e 19 anos morrem em colisão frontal de motos

Polícia Civil investiga se vítimas haviam ingerido bebida alcoólica; ultrapassagem teria ocasionado o acidente

Por Rodolfo César, de Corumbá
06/12/2021 • 09h30
Compartilhar

Kauã Reginato Silva, 19 anos, e João Pedro Conceição dos Santos, 18 anos, morreram neste domingo (5) depois de acidente entre motos na Avenida Rio Branco, perto de uma rotatória, em Corumbá. Houve violento choque frontal entre as motos que eram conduzidas pelas vítimas. Kauã não resistiu e morreu no local da batida, que ocorreu por volta das 4h de domingo. João Pedro chegou a ser socorrido e foi levado para a Santa Casa de Corumbá, mas faleceu no começo da noite deste dia 5.

A Polícia Civil vai instaurar inquérito para apurar as causas do acidente. A Avenida Rio Branco tem orientação na faixa que divide as pistas com relação à ultrapassagem. A investigação feita até o momento identificou que um dos motociclistas tentou ultrapassar um veículo. Nesse momento, houve o choque com a outra moto. A batida foi violenta e as motociclistas ficaram destruídas.

O delegado que registrou a ocorrência no plantão policial, Willian Rodrigues, explicou que ainda haverá mais desdobramento do caso para identificar se as vítimas também tinham ingerido bebida alcoólica. Os corpos dos dois jovens foram encaminhados para necropsia e laudo da Perícia Oficial indicará a causa da morte, bem como se sinais de ingestão de bebida foram identificados.

"Ainda precisamos investigar melhor. Por enquanto, apuramos que uma das circunstâncias é que uma das possíveis causas é a de que um dos motociclistas tentou realizar uma ultrapassagem, e acabou invadindo a pista contrária e resultou na colisão frontal. Ainda precisamos apurar se os condutores das motos haviam feito uso de álcool", explicou o delegado.

Os laudos periciais devem ser enviados à Polícia Civil, para ser anexados no inquérito, em até 30 dias.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande