Campo Grande, 24 de setembro
29º C
(67) 99229-0519

"É o princípio da guerra: o soldado que está menos ferido vai com você", diz diretora do HR sobre falta de leitos

Em entrevista à CBN, Rosana Leite fala sobre a situação do hospital referência no atendimento de pacientes com covid-19. Alta demanda de internados leva equipes a adotarem protocolo que escolhe pacientes para intubação.

Por Loraine França
08/06/2021 • 09h00
Compartilhar

A superlotação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso do Sul ultrapassou 100% de ocupação nesta segunda-feira em todas as regiões do estado. A mais crítica é a da capital, Campo Grande, que atende quase 40 dos 79 municípios. Dos 270 pacientes que estão a espera por vagas em UTI, 60% estão na região de Campo Grande, que tem 164 pacientes nessa espera.

Nesse cenário está o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, que tem pacientes internados além da capacidade. 

Ouça:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande

VEJA MAIS