RÁDIOS
Campo Grande, 16 de junho

Mais de 650 apenados do regime semiaberto são reinseridos no mercado de trabalho

Iniciativa de um grupo do setor varejista completa dez anos atuando na ressocialização de presos em MS

Por Redação CBN-CG
22/05/2024 • 09h30
Compartilhar

O setor privado tem papel fundamental na ressocialização e recolocação de detentos em regime semiaberto no mercado de trabalho. Em Mato Grosso do sul, desde 2014, a iniciativa do sétimo maior varejista do país já atendeu a pelo menos 650 reeducandos no setor e o projeto deve ser expandido para outros estados.

O projeto provou que há chance de detentos voltarem à sociedade totalmente recuperados. Ficamos muito orgulhosos de oferecer oportunidade de emprego e ressocialização. Começamos a acompanhar as saídas do regime prisional e a avaliar possíveis contratações, o que já resultou em 26 reeducandos contratados no regime CLT, sendo que, destes, três já receberam promoções e ocupam cargos de liderança”, explicou o diretor de Gente e Gestão do Grupo Pereira, Paulo Nogueira.

O Projeto Reeducandos, do Grupo Pereira, começou em parceria com o Conselho da Comunidade. Com o tempo, a ação foi se estruturando e se expandindo para várias unidades supermercadistas.

Uma das últimas iniciativas foi a criação da Central de Manutenção de Carrinhos no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, fruto de uma parceria com a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap). Outra Central de Carrinhos também existe no Centro Penal de Gameleira, em Campo Grande.

Recomeçar e ressignificar. Essas duas palavras se aplicam muito bem à vida de Railson Gomes de Oliveira, que ingressou no projeto em julho de 2022. “Estou gostando muito desse projeto e da oportunidade que recebi. Estou aprendendo muito nesse trabalho e as pessoas, mesmo sabendo do meu histórico, me respeitam e me ajudam”, conta.

A contratação de mulheres egressas de presídios femininos também está sendo realizada desde 2022. Atualmente 17 presas do regime semiaberto, em MS, foram integradas ao Reeducando para trabalhar na área de flores, bazar e na organização e no layout desses espaços nas lojas.

A intenção do grupo é levar o programa para todos os outros cinco estados onde atua. Em Mato Grosso e Santa Catarina o Reeducandos deve ser implantado ainda neste ano de 2024.

Conforme a diretoria do grupo, a intenção é promover cidadania e, consequentemente, contribuir com a diminuição da reincidência de crimes. 

No Brasil, mais de 839 mil pessoas estão encarceradas, conforme o último levantamento do Sistema de Informação do Departamento Penitenciário Nacional (Sisdepen).

CLIQUE AQUI e siga nosso canal de notícias no WhatsApp.

Para sugerir pautas ou enviar vídeos e imagens, 
salve nosso número 67 9932 3500

Mudança na perspectiva de vida 

Em 2014, Gustavo Andrade Gusmão, de 39 anos, foi preso depois de uma batida da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul e foi condenado a oito anos de detenção. A chance de mudar essa realidade surgiu em 2019, quando estava em regime semiaberto e se candidatou para trabalhar no Fort Atacadista, em Campo Grande, a partir do programa Reeducandos.

Com isso, a perspectiva de futuro de Gustavo Gusmão mudou. Desde que entrou na empresa, trabalhou com descarga de mercadorias e reposição dos produtos.

Estimulado por sua gerente, voltou à escola e, ao terminar o Ensino Médio, Gustavo se matriculou na faculdade para o curso de Administração e, hoje, ocupa um cargo de gestão, sendo responsável por uma equipe de reposição.

"Quero ser encarregado operacional, subgerente da loja, ou até o futuro diretor da empresa. Esses são meus sonhos, meus planos de carreira”, enfatiza Gustavo que tem uma filha de oito anos.

Sobre o Grupo Pereira

Fundado em 1962, na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, o Grupo Pereira completou 61 anos de história em 2023. Atualmente, conta com mais de 19 mil funcionários nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.

O Grupo Pereira tem 119 unidades de negócio, incluindo 31 lojas da rede de supermercados Comper, 58 lojas do Fort Atacadista (atacarejo), três filiais do Atacado Bate Forte (atacadista de distribuição), 19 lojas SempreFort (varejo farmacêutico), um Broker – distribuidor oficial da Nestlé -, 5 agências de viagens e 2 postos de combustível. Além disso, o Grupo Pereira completa seu ecossistema de soluções ao incluir o braço logístico Perlog e os serviços financeiros da Vuon, que inclui o private label Vuon Card, com mais de 1 milhão cartões emitidos, além de gift cards, seguros e assistência odontológica.

O Grupo Pereira é o primeiro varejista brasileiro a ser contemplado com o selo Cafe (Certified Age Friendly Employer), concedido pelo norte-americano Age Friendly Institute a empresas que promovem a contratação e retenção de funcionários 50+.

Com a missão de oferecer uma experiência de compra positiva por meio da excelência no relacionamento com clientes, fornecedores e funcionários, o Grupo Pereira também contribui para a sociedade por meio de diferentes programas socioambientais.

*Com informações da assessoria de imprensa

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande