RÁDIOS
Campo Grande, 15 de julho

"Meu sonho é abrir minha própria academia no Canadá", diz campeã mirim de Jiu-jitsu

Venda de balinhas em semáforo é aposta de 33 atletas do Cophavila, que se organizam para disputar campeonato mundial em SP

Por Thais Cintra
22/11/2021 • 16h30
Compartilhar

Com o objetivo de arrecadar dinheiro para disputar o mundial de Jiu-jitsu em São Paulo (SP), 33 atletas mirins de Campo Grande estão vendendo balinhas nas ruas do centro. Para a pequena Eduarda Ferreira de Brito de 11 anos, bicampeã brasileira na modalidade em 2018 e 2019 e campeã mundial no mesmo ano, o desejo de conquistar uma medalha se une à vontade de expandir a carreira.

“Me esforcei muito pra estar lá e quero ganhar uma medalha de ouro. Nós fazemos funcional três vezes na semana e todos os dias treinamos ‘rola’ e ‘posição’, que fazem parte da rotina. Meu sonho é ser reconhecida pelo mundo e abrir minha própria academia no Canadá”, destacou.

A ideia de montar um centro de treinamento para os jovens surgiu em 2012, através da iniciativa do casal de atletas Lenir Maciel (48) e Bruno Cicero Costha, conhecido como “Brunão”, ambos atletas faixa preta no esporte. Quem passa pela avenida Afonso Pena, próximo à prefeitura ou perto da Rua Padre João Crippa, percebe a movimentação dos jovens, sempre acompanhados dos pais e mestres

CBN: BANNER DIGIX 01.01 A 30.06.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os atletas têm idade entre sete e 15 anos. O campeonato deve ocorrer entre os dias 26, 27 e 28 de novembro. Segundo Lenir, eles pretendem arrecadar aproximadamente R$ 15 mil para custeio de transporte, alimentação e estadia. “Cada passagem custa R$ 250,00 e precisamos juntar o máximo de dinheiro possível para auxiliar nos gastos extras”, diz Lenir

 

.

Para colaborar com o projeto basta entrar em contato pelo telefone (67) 9 9273-7233, falar com a professora Lenir. O instagram do projeto é o https://www.instagram.com/brunaocicerocostha/

ACESSE O LINK ABAIXO PARA OUVIR A MATÉRIA COMPLETA:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande