RÁDIOS
Campo Grande, 14 de abril

Planeta enfrenta período mais quente desde a revolução industrial

Reduções rápidas nas emissões de gases de efeito estufa são a única forma de travar o aumento da temperatura global

Por Bárbara Bejarano
13/02/2024 • 11h00
Compartilhar

O mês de janeiro de 2024 ficará marcado na história como um período de extremos climáticos, com temperaturas atingindo níveis alarmantes em todo o mundo. O tema desta terça-feira (13) de Silvio Barros foi sobre dados sobre o clima do Observatório Copérnico da União Europeia.

Segundo os dados do observatório, este foi o mês mais quente já registrado desde o início da Revolução Industrial, com as médias térmicas superando os limites históricos em 1,66°C acima dos níveis pré- industriais.

Foi o oitavo mês consecutivo com temperaturas mensais recordes. O ano de 2024 começou como 2023 terminou, quente. A temperatura média global dos últimos 12 meses também foi a mais alta já registrada, 1,52 graus centígrados acima da média pré-industrial.

CBN: BANNER 02 KAMPAI 11.04 A 30.04.2024 DIAS PARES
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A análise do Copérnicos destacou a variação grande de temperatura no continente europeu, com os países nórdicos experimentando um frio muito intenso e a região do Mediterrâneo muito mais quente do que o normal.

Fora da Europa, as temperaturas também foram mais altas na porção leste do Canadá, no norte. No litoroeste da África e no Oriente Médio e também na Ásia Central. Em parte, o calor é decorrente dos efeitos do fenômeno El Ninho, que provoca alterações nos padrões climáticos em diversas partes do globo.

Assista a coluna completa clicando no link abaixo:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande