RÁDIOS
Campo Grande, 23 de maio

Saúde muscular e cognitiva definem velhice saudável, defende médico

Comportamento ativo é o principal aliado para qualidade de vida entre idosos

Por Karina Anunciato
16/05/2024 • 12h00
Compartilhar
TODAS AS PRAÇAS: BOX INTERNA NESCAU ATÉ 31.12.24

De acordo com o Censo Demográfico 2022, do IBGE, quase 11% da população brasileira tem 65 anos ou mais de idade e a expectativa é de crescimento deste grupo nos próximos anos. No Dia do Geriatra (16) nós conversamos com o especialista em idosos, Marcos Blini Pereira, sobre o envelhecimento da população brasileira.

No Jornal CBN CG, o médico falou sobre o que tem contribuído para uma velhice saudável. Entre os principais fatores estão qualidade de vida e comportamento. “Quem tem uma vida muito ativa, tanto física como cognitiva tende a levar isso com qualidade por mais tempo”. 

O geriatra alertou ainda, que apesar da longevidade atingida pela população na atualidade, é importante reforçar os cuidados com a saúde o tempo todo. “Isso deve ser constante. As mulheres tendem a ser um grupo maior entre os idosos, devido aos cuidados, busca por atendimento médico, maior que entre os homens".

TODAS AS PRAÇAS: BANNER BRILHANTE ATÉ 31.12.24
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar do mercado em franca expansão, o geriatra falou do tímido número de profissionais no estado, 11, sendo que apenas 10 estão na ativa. Entre as justificativas para este cenário, Pereira apontou o perfil pessoal de cada profissional para atender o serviço personalizado com idosos e estruturais desde a formação. Acompanhe. 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande