RÁDIOS
Paranaíba, 16 de junho

Paranaíba registra 15 casos de abuso sexual contra crianças

Em um dos casos registrados em Paranaíba, o padrasto foi preso em flagrante após abusar da enteada de 8 anos de idade

Por Talita Matsushita
18/05/2024 • 06h30
Compartilhar

Dados da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) de Mato Grosso do Sul apontam que Paranaíba registrou 12 casos de estupro contra crianças e três contra adolescentes em 2024. Os números mostram que todas as vítimas são do sexo feminino. Realidade parecida com a dos dados nacionais, que mostram que de cada dez casos de estupro no país, sete foram cometidos contra meninas de até 13 anos.

Para mobilizar e incentivar o engajamento na luta contra a violação dos direitos sexuais infantojuvenis, 18 de maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Entre as ações desenvolvidas estão palestras em escolas, Ceinfs e entidades assistenciais, além de passeata.

“As pessoas muitas vezes desconhecem o fato do abuso sexual, mas infelizmente acontece em todos os lugares e, na nossa cidade não é diferente”, pontuou o conselheiro tutelar, Silmo Rosa Oliveira.

CULTURA PBA: BANNER INSTITUCIONAL
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conselheiro ainda ressalta que a maioria dos casos ocorre em ambiente familiar, sendo 70% dos registros. Por isso, é importante explicar para as crianças e seus pais o que fazer em situações de abuso. “Em um dos locais que estivemos, uma criança chegou a perguntar o que fazer quando o pai ou a mãe duvida do filho. Orientamos que ela pode procurar um outro familiar de confiança e até mesmo a escola ou projeto social e mostramos que sempre tem alguém disposto a ajudar e investigar”, explicou.

Um dos casos mais recentes divulgados, ocorreu em abril, quando um homem de 24 anos foi preso pela DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) após ser flagrado estuprando a enteada de apenas 8 anos. 

A mãe da vítima chegava de carro em casa, quando viu o companheiro saindo do quarto da criança e entrando no banheiro. Ela questionou a criança o que o homem estava fazendo no local, que revelou ter sido abusada sexualmente pelo padrasto. Em depoimento especial, a criança afirmou que os abusos já estariam ocorrendo há mais de um ano. Depois de uma hora e meia do fato, o suspeito foi localizado e preso em flagrante. Ele negou a acusação, mas a Polícia Civil pediu a prisão preventiva, que foi decretada pela Justiça.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Cultura FM 106,3 - Paranaíba