RÁDIOS
Paranaíba, 18 de julho

Rua sem manutenção e acúmulo de lixo deixam moradores do Daniel II indignados

Moradores da rua Jupira Prata de Castro também relatam o aparecimento de animais peçonhentos

Por Alex Santos
27/05/2019 • 14h08
Compartilhar

O acúmulo de lixo, falta de manutenção e aparecimento de animais peçonhentos tem causado indignação de moradores da rua Jupira Prata de Castro, no Bairro Jardim Daniel II. De acordo com moradores, o local há anos não recebe melhorias, sendo necessário a realização de reparos na rua sem pavimentação asfáltica pelos próprios moradores.

Segundo a moradora Miriam Lúcia Andrade de Souza, durantes o período de chuvas no município, a água que desce de uma propriedade próxima acaba invadindo as residências, além de deixar a rua danificada. O mato também é outra preocupação da empregada doméstica, com o aparecimento escorpiões e outros animais acabam influenciando nos momentos de lazer da família “A água vai tudo para o nosso quintal, é uma piscina na rua é só buraco. Aqui fora ninguém senta, é perigoso uma cobra picar sua perna. Vamos ter prazer pra senta aqui fora para o que?” desabafou.

Ainda de acordo com a empregada doméstica, há cerca de 15 dias o lixo acumulado não foi retirado. Um morador teria realizado a limpeza do quintal e contratado uma caçamba para depositar o lixo, porém, por não pagar pelo serviço, o lixo acabou despejado pela empresa, permanecendo no local. “Pessoal despejou o lixo e foi embora. E o lixo ficou na rua”, contou.

CULTURA PBA: BANNER INSTITUCIONAL
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Morando há 12 anos no local, o tratorista Giovani Junior da Silva Santos, 29 anos, conta que os próprios moradores acabam realizando o serviço de limpeza no local, e cascalhamento, e que durante os anos em que reside na rua, o local não havia recebeu nenhum serviço de manutenção por parte do município. “Nunca entrou nenhuma maquina aqui, nós que cuidamos”, disse.

Além da falta da manutenção da rua, a sensação de insegurança no local também é uma procuração para o morador, que devido ao trabalho, precisa deixar a família na residência, localizado ao lado de uma chácara. No imóvel é constante a presença de pessoas pulando para consumir drogas. “Tem rapazes que pulam na chácara, e como trabalho fora minha esposa me liga dizendo que está com medo”, finalizou.

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Cultura FM 106,3 - Paranaíba