RÁDIOS
Três Lagoas, 19 de abril

Aeroporto de Três Lagoas apresenta queda no número de embarques

Passageiros dão preferência para aeroportos em cidades próximas

Por Any Galvão
21/02/2024 • 13h36
Compartilhar

O Aeroporto Regional Plínio Alarcon, em Três Lagoas, tem registrado uma queda no número de embarques nos últimos meses, atribuída principalmente à estrutura e à oferta limitada de voos.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério dos Portos e Aeroportos revelou que, em todo o Brasil, o número de passageiros nos aeroportos aumentou em 15% no ano passado em comparação com 2022, totalizando 112 milhões de passageiros, com a maioria dos voos sendo domésticos, representando 91 milhões e um aumento de quase 12%.

No entanto, os dados da administração do Aeroporto Municipal de Três Lagoas mostram uma realidade diferente. O aeroporto recebe cerca de 23 mil passageiros por ano, com uma redução de mais de 200 embarques anualmente. Janeiro é um dos meses com menor movimentação, com uma queda de 800 embarques, o que ocorre devido ao período de Verão, quando as aeronaves são realocadas para cidades turísticas, deixando Três Lagoas sem disponibilidade de voos.

JPNEWS: BANNER RCN NOTICIAS PATROCINADO ATUALIZADO 27.03.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para atrair mais passageiros, a administração planeja reintroduzir um quiosque de alimentos no aeroporto e instalar sistemas de ventilação. Além disso, estão previstas expansões nas rotas, conforme o diretor do aeroporto, Flávio Thomé. Atualmente, o aeroporto é utilizado principalmente para viagens corporativas, com a maioria dos usuários sendo empresários com negócios em Três Lagoas e outras regiões.

A concorrência por voos comerciais em outras cidades pode prejudicar os investimentos no setor no município. A Azul Linhas Aéreas é a única companhia que opera no Aeroporto de Três Lagoas, oferecendo um único voo diário para Campinas, no interior de São Paulo. De lá, os passageiros podem fazer conexões para outras cidades, com as capitais Rio de Janeiro, Vitória e Belo Horizonte.

Confira a reportagem abaixo:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas