RÁDIOS
Três Lagoas, 18 de junho

Alunos de Três Lagoas são medalhistas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Estudantes Beatriz Dias e David dos Santos seguem pela fase preparatória para a etapa internacional

Por Carol Beghelini
01/12/2021 • 17h18
Compartilhar

A Escola Estadual Fernando Corrêa realizou solenidade de entrega das medalhas e certificados da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica aos estudantes do ensino fundamental e do médio.

A OBA foi organizada pela coordenadora Tays Fonseca e pelo professor Alan Francis Silva Oliveira, com a colaboração dos professores da área.

Premiados

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

São medalhistas de ouro: Beatriz Dias Francisco (9º B), David dos Santos Rocha (9º A), Renata de Oliveira Souza (7º B), Samara Vitória Market Uehara (9º A) e Manassés Galvão Souza Oliveira (7º A). Os medalhistas de prata foram: Antony Gregório Silva Lima (9º B), Arthur Corrêa Silva Borges (6º E) e Ana Vitória Rodrigues Moreira (7º C). E são medalhistas de bronze, Tayla Victória Conceição Dias (transferida) e Allan Silva Xavier Barbosa.

De acordo com a articuladora do programa internacional Escolas2030, Lucy Nakamura, “o Escolas2030 busca dar visibilidade à atuação de professores e estudantes na construção do conhecimento, pois eles são os protagonistas no processo de ensino e aprendizagem de qualidade”, citou.

Etapa Internacional

Segundo o professor Alan, “é muito importante valorizar cada vitória conquistada pelos alunos e, de fato, os estudantes se sentiram orgulhosos com a entrega de medalhas e dos certificados e isso os incentiva a participar cada vez mais”. Os estudantes Beatriz Dias Francisco e David dos Santos Rocha seguem pela fase preparatória para a etapa internacional da Olimpíada de Astronomia e Astronáutica que ocorrerá em 2022. (Informações Governo do Estado)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas