RÁDIOS
Três Lagoas, 19 de junho

Ano de 2023 termina sem resposta para a agressão de Sayuri Baez contra Tonhão

Confira a coluna 'Observatório' do Jornal do Povo da edição de 23 de dezembro de 2023

Por Emerson William
23/12/2023 • 10h17
Compartilhar

Não foi ouvida
O projeto de lei que destina repasses de R$ 1 milhão a eventos pela prefeitura foi palco de discussões na última sessão ordinária da Câmara Municipal, em 2023. A vereadora Charlene Bortoleto afirmou que alguns dos eventos beneficiados maltratam os animais e pediu ao prefeito para que tomasse as medidas cabíveis. Mas, não obteve retorno.

Base x base
Em contrapartida, o vereador Davis Martinelli alegou que entende o lado da vereadora, mas afirmou que ela não fez nenhuma denúncia formal pelos maus-tratos, e que todos os eventos patrocinados pelo Executivo passam por diversos critérios de regulamentação. A proposta foi aprovada por ampla maioria, mas contou com o voto contrário de Charlene.

Vai dar em pizza?
O ano de 2023 pode terminar sem nenhuma resposta sobre o processo de quebra de decoro contra a vereadora Sayuri Baez, no episódio de agressão ao líder do prefeito, o vereador Antônio Empke Júnior, Tonhão, ocorrido em outubro deste ano. Diferente do clamor que houve no início, hoje nem se ouve falar sobre qual será o desfecho deste caso.

Fica a dica
A Administração Pública mostrou, nesta semana, que dá uma resposta rápida a qualquer possível escândalo que manche o nome da gestão de Angelo Guerreiro. Uma situação de um possível ato ilícito ainda a ser esclarecida, que causou insatisfação e culminou na exoneração imediata de um profissional do setor de Cultura ligado ao evento que foi cancelado.

Sem voltar atrás
O ano de 2023 encerra com boas expectativas para a retomada das obras da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3), em Três Lagoas, após uma novela de ‘volta-não volta’ que já se arrasta por dez anos. Com a chegada de 2024, a Petrobras já sinaliza o fornecimento de gás mediante um novo aditivo no contrato com a Bolívia. Para quem ouvia ‘ruídos’, isso é um bom sinal. Só não dá para voltar atrás.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas