Três Lagoas, 09 de dezembro
27º C
(67) 99229-0519

Homem que matou adolescente a pauladas é preso pelo SIG

Crime ocorreu em 2012, no bairro Alto da Boa Vista, em Três Lagoas

Por Alfredo Neto
23/11/2021 • 08h30
Compartilhar

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão expedido pela 1º Vara Criminal, na tarde de segunda-feira (22), contra Edmilson Gonçalves Batista, conhecido como ‘Mancuso’, que tem 45 anos. Ele é acusado de homicídio e a prisão ocorreu no bairro Alto da Boa Vista, região Oeste de Três Lagoas.

Edmilson foi condenado a 12 anos de reclusão em júri popular, realizado no dia 27 de outubro de 2021, quando foi considerado culpado pela morte do adolescente Jonathan Ramos Eubank, que tinha 16 anos, na época do crime, que ocorreu em 3 de outubro de 2012, no mesmo bairro (Alto da Boa Vista).

Motivação

JPNEWS: BANNER UNIGRAN CONTRATO 30785 DE 26.10.21 A 25.10.2022
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tanto para a Polícia Civil, quanto para o Tribunal do Júri, Mancuso teria confessado o assassinato do adolescente. Segundo palavras de Edmilson, ele teria se revoltado com o crime cruel que Jonathan teria cometido matando o irmão mais velho: Natanael Ramos Martins. A vítima foi morta no dia 30 de setembro de 2012, de formar cruel e covarde, tendo a cabeça esmada por Jonathan, que queria o salário dele para comprar drogas.

Após Jonathan tentar roubar o dinheiro do irmão mais velho, ambos entraram em luta corporal e Natanael acabou levando a pior. A vítima foi espancada com uma barra de ferro até a morte. O menor ainda pegou uma faca, degolou o irmão e depois decepou alguns dedos da mão. Em seguida, Jonathan enterrou o corpo de seu irmão em uma cova rasa no quintal da residência em que ambos viviam, na rua Projetada A, no bairro Alto da Boa Vista. Após o crime, ele fugiu para se esconder na casa de um tio, na região do bairro Vila Verde.

Encontro

Três dias depois de matar cruelmente o irmão, Jonathan voltou ao bairro como se nada houvesse acontecido e acabou cruzando com Edmilson Gonçalves Batista, que o chamou para conversar e saber a motivação da morte de Natanael. Em um determinado momento, Edmilson disse que perdeu a cabeça e passou a trocar socos com o menor durante uma briga.

Edmilson pegou um pedaço de madeira e desferiu vários golpes contra a cabeça de Jonathan, que caiu desacordado. E para finalizar o ‘serviço’, Mancuso pegou uma pedra de concreto e jogou contra a cabeça de Jonathan, que teve traumatismo craniano.  O adolescente chegou a ser socorrido com vida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para o Hospital Auxiliadora. A vítima morreu após quase 20 dias em coma na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Após a prisão de Mancuso, na tarde desta segunda-feira (22), a Polícia Civil seguiu para o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), onde passou por exames de corpo de delito e posteriormente foi levado para o Presídio de Segurança Média.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews