RÁDIOS
Três Lagoas, 22 de junho

Corpo de Bombeiros orienta sobre engasgamento em crianças

Os sinais do engasgo são, geralmente, a dificuldade para conseguir chorar e a pele roxa, podendo indicar que as vias estão obstruídas

Por Any Galvão
17/11/2023 • 10h56
Compartilhar

O engasgo, uma das situações de risco para bebês de até dois anos, é uma preocupação constante para pais e mães. Em momentos como esse, o desespero pode tomar conta, deixando-os sem saber como agir.

A ingestão de líquidos e sólidos por bebês recém-nascidos demanda extrema cautela. O canal digestivo dessas crianças, ainda em desenvolvimento, não suporta grandes quantidades ingeridas de uma só vez, aumentando o risco de obstrução das vias aéreas, conhecido como engasgo.

Após a amamentação, o primeiro passo é posicionar o bebê em pé com a cabeça encostada no ombro. Em seguida, aplicam-se leves toques nas costas para estimular o arroto.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para a hora do sono, a recomendação do tenente-coronel Fábio Assis, do Batalhão do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas, é posicionar o bebê de barriga para cima. Essa orientação visa minimizar os riscos de engasgo durante o sono e garantir a segurança das crianças.

Veja a reportagem abaixo sobre o assunto:

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas