RÁDIOS
Três Lagoas, 20 de maio

Idoso beija vendedora à força em loja e homem é preso ao mostrar órgão genital para criança

Ocorrências de importunação sexual foram registradas, em Três Lagoas.

Por Alfredo Neto
26/01/2022 • 09h55
Compartilhar

Duas ocorrências policiais que chamaram a atenção foram registradas, em Três Lagoas, na terça-feira (25). O primeiro caso envolve uma mulher de 43 anos, que procurou a delegacia de Polícia Civil após ser atacada e beijada à força por um idoso, de 73 anos. O fato ocorreu no Centro da cidade.

A vítima é vendedora de uma loja de bicicletas. Ela disse na delegacia que atendia o idoso, que na ocasião estava como cliente, e que ele buscava pelos valores das bicicletas. Ao apresentar o orçamento para o homem, a vendedora teria levado dois tapas no rosto e foi agarrada pelo idoso que a beijou à força. Logo, em seguida, fugiu do local.

Como a vítima já tinha feito o cadastro de orçamento com dados do idoso e por conta das imagens das câmeras do circuito interno, a identificação do homem foi facilitada. A polícia informou que irá intimar J.B.R. de 73 anos para explicar o fato que foi registrado como importunação sexual.

JPNEWS: BANNER SICOOB NOSSO DE 06.04 A 05.07 - BONIFICAÇÃO PI 131.73
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outro caso

Ainda na terça-feira, por volta de 0h45, a Polícia Militar foi chamada para comparecer à avenida Ranulpho Marques Leal, na praça do Alvorada. Por lá, uma mulher estaria passeando com uma amiga e a filha dela, uma menina de 8 anos de idade. Enquanto as duas amigas conversavam a menina se distanciou, ocasião em que um homem, que transitava pela praça, teria mostrado o órgão genital para a criança.

Um pedestre que informou a mãe da menina sobre o ocorrido. Desesperada, a mulher foi ao encontro da filha, e também acabou presenciado o maníaco levantando a calça. A mulher começou então a gritar por ajuda. O suspeito tentou fugir da praça, mas foi impedido por populares, que o seguraram até a chegada da Polícia Militar.

Em checagem ao banco de dados da Justiça, os policiais militares descobriram que V. M. de S, 51 anos, já havia sido preso e denunciado por estupro de vulnerável, em 2014, em Três Lagoas. Ele foi levado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), onde prestou depoimento, foi autuado e liberado para responder pelo ato obsceno e importunação sexual, contra uma criança de 8 anos em liberdade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews